AMP para WordPress

AMP (Accelerated Mobile Pages) não é só um diferencial, é uma vantagem para seu site. Saiba mais sobre AMP para WordPress!

Google e WordPress certamente têm uma coisa em comum: todo ano você vai ter algo novo, e, na maioria das vezes, bem bacana. E quando os dois se encontram, então? AMP para WordPress é um exemplo!

Neste post irei falar um pouco sobre AMP e por que você deveria ter uma versão AMP em seu site, blog ou loja virtual em WordPress. Vamos lá?!

» Siga-me no twitter e assine a newsletter para ler mais novidades!

O que é AMP – Accelerated Mobile Pages?

amp para wordpress

AMP para WordPress: Saiba mais

Se você não sabe o que é AMP, aqui vai um resumão básico: é um projeto do Google para gerar sites extremamente simples e leves para serem acessados de forma rápida em smartphones. É basicamente uma “versão mobile” para seu site, só que muito simples – bem mais do que você imagina!

Recentemente escrevi sobre AMP aqui no blog. Confira: O que é AMP? – nesse post você poderá ver mais detalhes, benefícios e coisas do tipo.

AMP para WordPress

Já trabalho com AMP para WordPress, e você pode ver um exemplo na versão AMP do meu próprio site.

Os acessos a internet através de dispositivos móveis já ultrapassaram os de computadores de mesa. Tendo isso em vista, o Google começou a trabalhar uma mudança em seu buscador: em vez de priorizar a indexação do que é para desktop, priorizará o que é para mobile. Ou seja, sites responsivos, ou com versão mobile completa (com o mesmo conteúdo apresentado no desktop), ou com versão AMP serão “beneficiados” – entre aspas porque o que irá acontecer, na verdade, será uma queda dos sites que não se preocupam com os usuários de dispositivos móveis.

Mas o melhor da versão AMP é pensar no visitante que está utilizando 3G e precisa acessar seu site, por exemplo – como uma página AMP é praticamente HTML + CSS + imagens, o carregamento é muito veloz. Além disso, o Google gera um cache em seu próprio servidor de páginas AMP, o que torna o carregamento ainda mais rápido.

Ter AMP no WordPress é abrir mão de algumas coisas (já que a ideia é deixar seu site bem simples), e até mesmo de detalhes estéticos, e favorecer seu visitante, usuário e/ou leitor. Que é o que importa, certo?! Ainda mais levando em conta que o WordPress, quando não bem trabalhado, é um sistema pesado (em meus trabalhos costumo remover tudo o que não será utilizado no site, deixando apenas o necessário no WordPress – ainda assim, um cache e uma otimização são indispensáveis). E se você utiliza um template pronto, piorou: a grande maioria é extremamente pesado, chega a travar o navegador dependendo do dispositivo e situação.

Então, se sua dúvida é “AMP no WordPress vale a pena?“, minha resposta é: demais!

Como instalar AMP no WordPress

Há duas formas de se trabalhar com AMP no WordPress: atráves de plugins ou desenvolver ~na unha~.

Para a primeira forma, há diversos plugins disponíveis hoje. Porém – e digo isso por experiência própria –, vários deixam a desejar. Já vi casos de sites perderem posições no Google por conta de um AMP de um plugin mal feito (isso pode acontecer se o código é ruim e você “força” o sistema a mostrar páginas AMP para todos os acessos vindos de dispositivos móveis), e alguns plugins podem deixar seu site com problemas ou simplesmente não possibilitarem inserção de anúncios, o que é bem desvantajoso para alguns projetos. O ideal é sempre dar uma lida na opinião dos usuários, fazer algumas pesquisas e testes antes de instalar um plugin de AMP para WordPress.

Para a segunda forma, bom, para desenvolver um site AMP não tem muito jeito: basta ler a documentação do AMP e mãos à obra!

Para ambas as formas você pode falar comigo. Peça um orçamento!