5 dicas para fazer o marketing do seu pequeno negócio online

Confira algumas dicas simples para fazer o marketing do seu pequeno negócio online (mesmo que ele não seja tão pequeno assim!).

Por Fabio Lobo, publicado em 16/09/2021. 2 pessoas falando sobre isso!

Pergunta: você faz algum trabalho de marketing para seu negócio online?

A internet vem revolucionando o mundo das empresas há alguns anos. Não importa se seu negócio é uma grande companhia ou uma pequena loja: para acompanhar as tendências do mercado e prosperar a longo prazo, é de suma importância que sua marca tenha uma boa presença online.

No entanto, assim como em todos os ambientes altamente competitivos, os pequenos empreendimentos encontram muito mais dificuldade para se destacar da concorrência.

Foi pensando nisso que preparei este artigo com 5 dicas simples para fazer o marketing do seu pequeno negócio online. Assim você poderá dar aquele boost nos resultados da sua empresa.

pessoa fazendo rascunhos em sua mesa de trabalho; à frente, o texto Dicas Para Pequenos Negócios

1. Use E-mail Marketing para manter contato com seu público

Sem dúvidas o e-mail marketing é uma das ferramentas mais recomendadas para um negócio online de qualquer tamanho – mas principalmente para os pequenos.

O principal motivo para isso é o baixo custo para se implementar uma boa campanha. Você pode pesquisar por diversos exemplos de e-mail marketing para se inspirar e lançar campanhas “matadoras”.

Mas é importante destacar que para obter bons resultados você não pode se limitar a copiar bons exemplos de e-mail marketing.

É necessário conhecer muito bem seu público para personalizar sua estratégia de modo que gere o maior valor para as pessoas interessadas em seus produtos e/ou serviços.

Tenha em mente!

Você sabia que escolher a hospedagem errada pode reduzir sua nota no Google, causar lentidão e até mesmo deixar seu site vulnerável para invasões e vírus?

Clique aqui e saiba mais!

Para criar campanhas de sucesso, será necessário estudar um pouco sobre o assunto, mas há dois pontos que você não pode negligenciar; são eles:

  • Criar sua própria lista de e-mails
  • Usar ferramentas de e-mail marketing profissionais

Estes pontos são importantes de se destacar porque são dois dos erros mais comuns que as pessoas cometem ao começar no e-mail marketing.

Não é difícil imaginar porque comprar uma lista de e-mails não é bom – afinal, ao fazer isso não há garantia nenhuma de que os endereços são válidos e, principalmente, que as pessoas que recebem estas mensagens têm qualquer interesse no seu conteúdo.

Já a questão das ferramentas é mais por uma questão de otimização de tempo.

Imagine que você queira enviar e-mails para milhares de clientes: é simplesmente inviável fazer isso sem uma ferramenta específica que faça tudo automaticamente.

Em todos os exemplos de e-mail marketing bem sucedidos você vai notar que os responsáveis usam ferramentas muito boas para disparar as mensagens.

2. Esteja presente nas Redes Sociais

Segundo uma pesquisa recente, o brasileiro gasta em média mais de 3 horas por dia em redes sociais.

Isso significa que as empresas que conseguem ganhar um pouco dessa atenção já saem bem na frente de quem ainda não tem público em redes sociais.

O melhor é que as redes sociais como Facebook e Instagram dão uma flexibilidade incrível que você pode usar para divulgar notícias relacionadas ao seu produto, conversar diretamente com seus clientes, fazer reviews de produtos, lançar campanhas promocionais e muito mais.

Aqui a criatividade é literalmente sua melhor aliada.

Uma coisa importante a se ter em mente é que não é recomendável misturar seu perfil pessoal com o da empresa. Então, mantenha a objetividade ao focar em assuntos relacionados ao seu mercado e sempre com conteúdo relevante para o público alvo do seu negócio.

3. Crie Landing Pages para coletar leads

Por falar em objetividade, poucas táticas de promoção online vão tão direto ao ponto quanto as landing pages.

Para quem ainda não é familiar com o termo, landing pages podem ser traduzidas como “páginas de aterrisagem”. Ou seja, são páginas com o objetivo de receber o máximo de visitantes possível e fechar a venda.

Esta técnica é muito utilizada por pessoas que vendem cursos online ou então por quem tem pretensão de lançar alguma tecnologia nova num futuro próximo.

Dessa maneira, estes empreendedores conseguem coletar muitos leads qualificados (pessoas que têm interesse ativo no serviço, conteúdo ou produto), o que gera uma taxa de conversão muito maior quando comparamos com vendas para listas frias, por exemplo.

Aliás, você vai perceber em diversos exemplos de e-mail marketing que as landing pages são excelentes aliadas. Mais que isso, são duas técnicas que complementam muito bem uma a outra.

Em suma, com as landing pages você cria uma lista de e-mails extremamente qualificada, composta somente por pessoas que se cadastraram para conhecer mais sobre seu negócio.

Com isso, as campanhas de e-mail marketing serão muito mais eficazes, com taxas de conversão muito atrativas.

4. Invista em Web Design

Se tem algo que todas estas estratégias têm em comum, é a necessidade de uma identidade visual bem feita.

Seja para fazer posts no Instagram, para lançar landing pages ou e-mails personalizados, em todos eles você precisará chamar a atenção dos seus leitores ou compradores.

E a melhor maneira de fazer é com um visual bonito e bem trabalhado.

De todas as dicas desta lista, talvez essa seja a que vale mais a pena investir em profissionais especializados. Isso caso você não tenha o conhecimento da área, é claro.

Digo isso porque existem muitos conceitos de Web Design que devem ser dominados para que o trabalho seja profissional e traga resultados.

Por ser uma área muito ampla, o tempo despendido estudando para aplicar as melhores técnicas pode ser melhor investido em outras coisas enquanto um profissional cria a identidade visual do seu negócio.

5. Otimize os conteúdos com SEO

Esta quinta dica é sem dúvidas a “mais difícil” de aplicar, mas também a que pode dar o maior retorno, principalmente se seu negócio usar muito conteúdo escrito.

Apesar disso, é algo relativamente simples de fazer.

SEO significa “Search Engine Optimization” – é algo que podemos definir como a arte de melhorar a posição do seu site em motores de busca.

A dificuldade disso está em conseguir manter a consistência por um período longo de tempo, pois os resultados levam um tempo um pouco maior para aparecer.

Porém, depois de uns dois anos de postagens constantes e de qualidade, você perceberá um grande aumento do tráfego orgânico.

Diante disso, pode-se considerar a aplicação de SEO em seu negócio online como um investimento de marketing a longo prazo. Ou seja, você investe agora na criação do conteúdo e ele vai continuar gerando visitas e consequentemente renda por um longo período.

Créditos das imagens: Unsplash.

A cópia dos conteúdos e trabalhos deste site não é permitida. Saiba mais clicando aqui!

Fique por dentro!

Cadastre seu e-mail abaixo se você quiser receber posts, dicas e conteúdos por e-mail:

Quem é Fabio Lobo?

Web designer, desenvolvedor front-end e programador WordPress.

Quem é Fabio Lobo?

Estou há mais de uma década na área. O foco do meu trabalho é em usabilidade, facilidade pro usuário, acessibilidade, SEO e performance.

Também tenho alguns projetos open source, além de prestar consultoria em hospedagem WordPress e criação de conteúdo.

Como posso te ajudar hoje?

Trabalho com consultoria, suporte, manutenção, criação e desenvolvimento.

Fale comigo
Leia também...

...alguns textos que têm a ver com o assunto:

O que é Front-End e Back-End?
O que é Front-End e Back-End?

Quem mexe com código é programador? Saiba mais sobre as profissões denominadas Front-End e Back-End - conheça as diferenças.

Por que assinar seus trabalhos?
Por que assinar seus trabalhos?

Um web designer ou desenvolvedor deve ou não adicionar sua assinatura no rodapé dos sites que faz? Confira os prós e contras!

Como criar um índice no WordPress
Como criar um índice no WordPress

Quer deixar seus conteúdos mais organizados e ainda ter benefícios de SEO e UX? Saiba como criar um índice no WordPress!

Comentários

2 comentários até o momento

  • Bacana, Gostei muito do seu artigo… Seu texto me ajudou muito. Até logo

    Responder
    • Fico feliz por ter ajudado, Roberto!

      Responder

Deixe seu comentário

Se você deseja um orçamento, entre em contato clicando aqui.

Quero um orçamento