O que é site? Para que serve e por que ter um?

Não sabe o que é um site? Não tem problema! Tire todas as suas dúvidas sobre o tema e saiba por que é importante ter um site hoje em dia.

Por Fabio Lobo, publicado em 31/08/2021.

Talvez você tenha na ponta da língua a resposta para a pergunta “o que é um site?”. Mas em um país com cerca de 215 milhões de pessoas em diferentes contextos sociais, acredite: muita gente ainda não sabe responder essa pergunta.

E esse texto é justamente para você, que ainda tem dúvidas sobre o assunto – e não tem por que se envergonhar por isso.

As estatísticas de janeiro de 2021 pela Data Reportal mostraram que 75% dos brasileiros estão conectados à internet no Brasil.

Já que os números não mentem, podemos entender que um negócio que não tem presença online está desperdiçando um grande potencial de crescimento.

E uma presença online começa por um site, mesmo que extremamente básico. Continue lendo para saber mais!

O que é um site?

Em suma, um site (ou website) é um conjunto de páginas virtuais que podem ser visualizadas através de um navegador (como o Google Chrome) a partir de um domínio (endereço do site, como www.seusite.com.br).

Esse site pode ser um site institucional, um blog, uma landing page, uma rede social, uma loja virtual etc.

Ou seja: quase tudo o que você acessa na internet é um site. O que muda é sua estrutura e seu propósito, por exemplo. Mas vamos deixar esse assunto para daqui a pouco.

Tenha em mente!

Você sabia que escolher a hospedagem errada pode reduzir sua nota no Google, causar lentidão e até mesmo deixar seu site vulnerável para invasões e vírus?

Clique aqui e saiba mais!

Como é feito um site?

Hoje em dia é possível criar um site através de uma plataforma pronta (há opções gratuitas e pagas) ou contratar um profissional capacitado para fazer um site realmente profissional.

Conforme resumi acima, um site é composto por:

  1. Domínio: O endereço www que torna possível acessar o site através de um navegador, que é um serviço pago anualmente (leia mais sobre o assunto clicando aqui);
  2. Hospedagem: O computador virtual que armazena as páginas, arquivos e recursos do seu site, que é um serviço pago mensalmente (leia mais sobre o assunto clicando aqui);
  3. Layout e código-fonte: O visual (feito pelo web designer – leia mais clicando aqui) e as ferramentas e funcionalidades do seu site (feitas pelo programador ou desenvolvedor – leia mais clicando aqui);
  4. Páginas e recursos em geral: Tudo o que pode ser visualizado em seu site, como a home page, imagens e textos, por exemplo.

Vantagens de criar um site

Se você nunca parou para pensar nos benefícios de ter um site, vou falar sobre as três principais:

1. Construção de autoridade

O site é uma forma excelente de estabelecer e compartilhar a identidade da sua marca, fazendo com que as pessoas a compreendam e se identifiquem com ela.

É um modo de transmitir credibilidade e segurança nas informações. Afinal, as pessoas tendem a levar muito mais a sério a marca que tem um site.

Claro que esse site precisa apresentar uma harmonia entre o conteúdo relevante e o layout atraente e com uma boa experiência de usuário.

2. Informações disponíveis a todo o momento

Se você tem uma empresa e atende os clientes exclusivamente pelo celular ou e-mail, sabe que, em caso de dúvidas, os clientes só poderão ter respostas em horário comercial, por exemplo.

Como hoje tudo acontece de maneira muito rápida, pode ser que o cliente não queira esperar tanto por uma resposta. Certamente ele irá fazer uma pesquisa na internet e optar pelo concorrente que tenha um site com as informações que ele deseja saber.

Ou seja: com um site, as informações estão ali para serem acessadas a qualquer momento e de qualquer lugar

Além do site, se o seu negócio possui produtos ou serviços que geram muitas dúvidas específicas por parte de consumidores, você pode utilizar uma das estratégias de otimização de atendimento ao cliente abaixo:

  • Criar um chat automatizado;
  • Criar uma área de perguntas frequentes.

Assim seus clientes ou leads vão ter as respostas que procuram sem precisar você estar em seu escritório para atendê-los.

3. Catálogo de produtos e serviços

Ter um site é a melhor forma de apresentar e divulgar seu portfolio de produtos e/ou serviços

Ou seja, o interessado não precisa ir até seu escritório ou te ligar para saber se você tem um produto ou serviço que ele precisa.

Além disso, ele poderá fazer pedidos ali mesmo, em seu site, facilitando e agilizando todo o processo de venda.

Para que serve um site?

ilustração de organograma do meu site
Exemplo de estrutura de páginas (ou organograma) de um site.

Existem diversas razões pelas quais pessoas físicas ou empresas optam por criar sites.

Certamente você já tem algumas ideias em mente, principalmente depois do que expliquei acima. E conforme você pode ver abaixo, a utilidade de um site pode ser bem básica:

Para vender produtos e serviços

Principalmente após a pandemia, o número de pessoas comprando em e-commerces aumentou muito.

Mas antes mesmo disso, o crescimento do comércio online já crescia bastante. A diferença é que hoje em dia as pessoas estão mais acostumadas a não precisarem sair de casa para comprar algo.

Então, com esse novo perfil de cliente, ter uma loja virtual ou portfolio online tem sido cada vez mais importante para a manutenção de um negócio.

Para entreter

Alguns tipos sites também servem para divertir os visitantes. 

Esses modelos apostam na interatividade para engajar e encantar usuários, mantendo-os interagindo com o conteúdo por mais tempo.

Pode ser um site de jogos, uma rede social, uma plataforma de streaming de séries e filmes, ou até mesmo um blog de fofoca, por exemplo.

Para informar ou educar

O site pode ser uma excelente forma de distribuir informações, como um portal de notícias sobre o mundo ou segmentos específicos como moda, economia, política e tecnologia.

Também é uma maneira eficiente para empresas compartilharem a história e valores das suas marcas com o público, como um site institucional.

Há também blogs corporativos, sites de ensino à distância e ferramentas como dicionários online.

Tipos de site

Conforme explicado no início do texto, um site pode ter diferentes estruturas e propósitos. Isso irá definir se o site é um blog ou uma loja virtual, por exemplo.

Ter isso bem definido é importante porque diferentes tipos de site atendem melhor diferentes tipos de nichos. 

Veja exemplos abaixo:

Site One Page

printscreen de site
Exemplo de site one page: Shapes by Sons

Site One Page é uma estrutura em que todas as informações da pessoa ou empresa se reúnem em uma única página, ou seja: basta o usuário rolar para baixo para acessar todo o conteúdo.

É bastante utilizado por empresas que estão começando agora ou então para marcas que possuem uma estratégia pontual, como um lançamento de produto.

Site institucional ou corporativo

printscreen da home
Exemplo de site institucional: Macroplan

Um dos tipos de site mais populares, o site institucional tem o objetivo de informar os visitantes sobre a empresa e produtos/serviços oferecidos por ela.

Não é um site feito só para vender produtos da marca, mas principalmente para fortalecer seu nome, apresentar as propostas, valores e filosofia do negócio.

Blog

printscreen da home
Exemplo de blog: Lari Duarte

Esse é um tipo de site diferenciado que foca no conteúdo, principalmente utilizando estratégias de marketing de conteúdo – ou então em algo totalmente pessoal, como um diário.

É uma maneira bastante eficaz de aplicar ações de Inbound marketing, funcionando como uma ferramenta potente para aumentar a conversão de leads e interagir com as personas da marca, guiando-as pelo funil de vendas.

Landing Page

printscreen de site
Exemplo de landing page: Siter

A Landing Page serve como uma entrada para o resto do conteúdo disponível no site, aquisição de um produto ou serviço, ou mesmo como uma apresentação de serviços e/ou produtos da marca.

Geralmente está atrelada ao objetivo de geração e conversão de leads ou a campanhas específicas acessadas por links patrocinados.

Hotsite

printscreen da home
Exemplo de hotsite (bem antigo, por sinal): Dexter

O hotsite é um modelo de site temporário, criado com o intuito de promover uma campanha específica ou divulgar um evento/lançamento.

A ideia é gerar um burburinho entre as pessoas, deixando-as curiosas e entusiasmadas sobre o foco da campanha.

Portal de conteúdo

printscreen da home
Exemplo de portal: Garagem 360

Os portais reúnem conteúdos e são constantemente atualizados. O número de acessos costuma ser muito alto e o conteúdo bastante compartilhado, incentivando a troca de informação.

Podem se concentrar em um único tema ou tratar sobre temas diferentes, e alguns costumam trazer elementos diferentes como fóruns, chats e pesquisas online.

Portfolio online ou site pessoal

printscreen da página inicial do portfolio
Exemplo de portfolio online: Fabio Lobo

Um portfolio ou site pessoal tem como objetivo apresentar o trabalho de um profissional ou empresa.

Ou seja, é um catálogo de serviços prestados para outros clientes, uma apresentação profissional e, é claro, meios de contato.

Loja virtual

printscreen da página inicial
Exemplo de loja virtual: Flores para Despedida

A loja virtual é voltada para a conversão e a venda. Também conhecida como e-commerce, é através desse tipo de site que as marcas fecham negócios com clientes.

A depender do número de produtos e/ou serviços que o negócio oferece, os itens são divividos por categorias e páginas, o que facilita para o cliente analisar tudo e realizar as compras.

Outros tipos de site

Por fim, um resumo sobre outros tipos de sites menos populares para quem está começando:

  • Rede social: Sites que possibilitam criação de páginas pessoais para publicação de textos, imagens e vídeos, além de interação com outros usuários;
  • Fórum: Semelhante a uma rede social, mas mais focada em um nicho ou segmento e na interação entre todos os participantes;
  • Streaming: Catálogo de vídeos (e até mesmo jogos) que podem ser visualizados através de uma assinatura;
  • Diretório ou classificados: Sites com listas de empresas, serviços ou produtos, normalmente separados por categorias ou regiões;
  • “Wiki” ou dicionário: São sites com verbetes ou explicações sobre determinados assuntos, sendo que alguns funcionam como comunidade (ou seja, podem ser atualizados por pessoas que não são donas do site).

Créditos das imagens: Freepik e sites citados.

Tire suas dúvidas

Você já sabe o que é (e para que serve) um site, mas ainda tem dúvidas? Então leia o FAQ abaixo ou deixe um comentário!

Qual é a diferença entre site e blog?

Não há bem uma diferença – na verdade, blog é um tipo de site. Existem vários tipos de site, como loja virtual, portfolio, landing page, rede social etc. Além disso, cada site pode ter mais de um tipo ao mesmo tempo – por exemplo, um site institucional com blog e loja virtual.

Como ter um site?

Para ter um site, é preciso adquirir um domínio (o endereço www do site), que pode ser comprado em sites como Registro.br e Namecheap, e assinar uma hospedagem como WOWF ou PortoFácil.
Além disso, você deve definir como o site será criado – se você mesmo fará isso (através de ferramentas como WordPress ou Google Sites) ou se um profissional (web designer ou desenvolvedor/programador) será contratado para tanto.

Quanto custa um site?

Conforme você pode conferir nessa tabela de comparação de preços para sites, não há um preço único.
Um site pode ser totalmente grátis (com diversas limitações), ou custar mais de 15 mil reais. Um site profissional custa, em média, entre 3 e 8 mil reais.

A cópia dos conteúdos e trabalhos deste site não é permitida. Saiba mais clicando aqui!

Fique por dentro!

Cadastre seu e-mail abaixo se você quiser receber posts, dicas e conteúdos por e-mail:

Quem é Fabio Lobo?

Web designer, desenvolvedor front-end e programador WordPress.

Quem é Fabio Lobo?

Estou há mais de uma década na área. O foco do meu trabalho é em usabilidade, facilidade pro usuário, acessibilidade, SEO e performance.

Também tenho alguns projetos open source, além de prestar consultoria em hospedagem WordPress e criação de conteúdo.

Como posso te ajudar hoje?

Trabalho com consultoria, suporte, manutenção, criação e desenvolvimento.

Fale comigo
Leia também...

...alguns textos que têm a ver com o assunto:

Jornada de compra do cliente: o que é e como planejar?
Jornada de compra do cliente: o que é e como planejar?

Quer melhorar a estratégia de conteúdo e, por tabela, a de vendas da sua empresa? Saiba mais sobre a jornada de compra do cliente!

Como planejar um site profissional e completo
Como planejar um site profissional e completo

Antes de pensar na criação do seu site é preciso ter um planejamento. Veja minhas dicas para planejar um site e evitar imprevistos, gastos desnecessários e retrabalhos.

O que é funil de vendas e como criar um?
O que é funil de vendas e como criar um?

O funil de vendas é uma ferramenta e tanto para traçar estratégias que aumentam a produtividade e a conversão do seu negócio. Saiba mais!

Deixe seu comentário

Se você deseja um orçamento, entre em contato clicando aqui.

Quero um orçamento