O que é versão mobile? É mobile first? AMP?

Seu site não tem versão móvel? Saiba mais sobre versão mobile, suas vantagens e desvantagens. Spoiler: mobile-first não tem nada a ver com isso! AMP? Mais ou menos.

Você provavelmente tem um smartphone ou um tablet. Pensando no crescimento da utilização desses dispositivos, alguns sites têm uma versão mobile para atender a todos os públicos.

Você certamente já acessou algum site em sua versão mobile, e provavelmente já sabe o que isso significa. Mas se não faz a menor ideia do que seja isso, acho que esse post pode te ajudar a descobrir!

Ah, e vale reforçar que mobile first é outra coisa totalmente diferente. Vou falar sobre isso por aqui também, além de uma “variação” da versão mobile: a versão AMP, ou Accelerated Mobile Page.

Agora, se você quer que seu site tenha versão mobile (ou mobile first, ou até mesmo AMP, mesmo), me peça um orçamento!

O que é versão mobile?

Sabe quando você acessa um site de seu smartphone e ele aparece de uma forma um pouco diferente de quando você abre o site em seu notebook, por exemplo? Pode ser que esse site seja:

Site responsivo ou adaptativo

Um site responsivo (design responsivo, também chamado de “design adaptativo”* — termos em inglês: responsive design e adaptive design) acompanha a largura da tela, se “transformando” pra caber direitinho em seu visor.

Acessar um site responsivo de seu smartphone é como se você estivesse tirando suas meias de uma gaveta grande pra uma gaveta menor: pra caber tudo você vai ter que organizar de uma forma diferente.

Ok, talvez esse não tenha sido o melhor exemplo, mas a imagem abaixo explicará melhor o que quero dizer:

design responsivo
Sim, meu site é responsivo! :D

*Na verdade, design responsivo e design adaptativo têm uma certa diferença entre si. Saiba mais: O que é design responsivo ou adaptativo?

Versão mobile

O site com versão mobile tem uma versão distinta apenas para dispositivos móveis.

Ou seja, é como se você estivesse acessando um site diferente (e tecnicamente está): no desktop ele aparece de uma forma, completo; no smartphone ele é mais resumido, com a navegação mais simples e direta.

Isso acontece porque quando você acessa um site assim de seu smartphone, ele identifica que um usuário está tentando acessá-lo de uma tela pequena, o que normalmente também significa que a conexão desse usuário não é muito veloz (3G, por exemplo).

Dois motivos importantes para que uma versão mais leve e compacta do site seja exibida, o que normalmente é feito com lojas online — afinal, imagina acessar de uma tela pequena e uma conexão lenta o site de uma loja com vários produtos… seria no mínimo sofrível, né?

Alguns sites têm até mais de uma versão mobile. Por exemplo: uma versão para smartphones e uma para tablets.

versão mobile
Versão “original” e versão mobile da loja online Ponto Frio.

Versão AMP

A versão AMP é um “tipo” de versão mobile.

De forma resumida, é uma versão extremamente simplificada do site — normalmente só para conteúdo, ou seja: páginas como a home e contato normalmente não têm versão AMP… mas podem ter, claro! — que aparece nos resultados das buscas no Google.

Um site pode ter a versão AMP ativa para todos os usuários de dispositivos móveis, transformando-se, assim, em uma versão mobile oficial. Mas a princípio a versão AMP só aparece mesmo em buscas do Google, já que ela foi criada pelo próprio para facilitar a vida dos usuários: por serem simplificadas e armazenadas em servidores do Google, carregam mais rápido.

amp para wordpress
AMP: Accelerated Mobile Pages

Falo mais sobre isso aqui: O que é versão AMP?

Por que ter um site com versão mobile?

O principal motivo eu citei acima: se seu site é muito grande, uma versão mobile seria pensada pros usuários que irão acessar seu site através de um dispositivo com tela pequena e conexão lenta, logo o site seria menor — mais objetivo, mais direto.

Algo bem complicado de fazer, visto que em uma versão mobile o site perde várias funcionalidades — sendo assim, quais funcionalidades podem ser removidas sem atrapalhar a usabilidade do site?

site não mobile
Se não tivesse versão mobile, o site do Ponto Frio ficaria assim no smartphone. Bem difícil de navegar, não acha?

Alguns casos vão muito além disso, fazendo uma integração do site com o smartphone, por exemplo, deixando o site mais interativo.

Muitas vezes a versão mobile de um site acaba tornando-se um app, o que pode manter o usuário informado através de alertas, ou até utilizar outras funções do aparelho como a câmera e o celular. As possibilidades são quase infinitas.

Qual é melhor: versão mobile ou design responsivo?

Como disse acima, depende do porte do seu site.

Bom, eu, particularmente, prefiro o design responsivo. Defendo a ideia de que, independente do porte de um site, ele deve ser simplificado ao máximo e apresentar as mesmas versões e opções ao visitante/usuário.

Claro, em alguns casos isso é impossível — quando um site tem uma ferramenta que não pode ser utilizada em telas pequenas, por exemplo. Imagine construir um site em um construtor de sites utilizando um smartphone? Aí não tem jeito.

Agora, para outros casos, inclusive e-commerces, é possível sim utilizar o design responsivo. E você pode unir o design responsivo à versão AMP, por exemplo: Se os artigos do seu site podem ter uma versão mais simplificada mas isso não foi possível no design responsivo (pode acontecer por N motivos), ative o AMP nos artigos e deixe a versão responsiva — a completa — disponível nas outras páginas.

Mas afinal, o que é mobile first?

Ah, sim: não confunda mobile first com versão mobile. Mobile first tem mais a ver com design responsivo, na verdade.

Bom, mobile-first é, basicamente, pensar o site para usuários de dispositivos móveis, como smartphones. Ou seja, planejar o site primeiro para telas pequenas, e depois para telas maiores.

Isso tem tudo a ver com o que eu defendi ali em cima: independente do porte de um site, ele deve ser simplificado ao máximo e apresentar as mesmas versões e opções ao visitante/usuário.

Normalmente um site é planejado primeiro para telas grandes, onde a impressão é que o site está completo. Mas hoje em dia a internet é mais acessada através de dispositivos móveis, então isso não faz mais sentido: por isso o mobile first vem ganhando força, inclusive com o Google.

Planejar um site para telas menores como principal resolução não é só focar no maior público, mas elaborar um site mais leve e direto ao assunto.

Claro, em alguns casos não tem jeito mesmo! Como disse no tópico acima, alguns sites não podem ter uma versão simplificada por conta de alguma ferramenta, por exemplo. Cada caso é um caso, e todas as opções só existem porque eles são ideais para um desses casos.

Seu site ou blog com versão mobile… ou AMP… ou mobile first!

Que tal uma versão móvel, AMP ou mobile first para seu site ou blog? Peça um orçamento sem compromissos!

Não é permitida a reprodução integral desse conteúdo. A cópia pode ser ruim para você!

Do que você está precisando?

Um site novo? Suporte para WordPress? Criação de logo? Outra coisa? Fale comigo!

Quero um orçamento

Leia também...

...alguns textos que têm a ver com o assunto:

Design responsivo ou versão mobile: qual é a melhor opção?

Qual é a melhor solução: design responsivo ou versão mobile? Seu site precisa ser acessível em tablets e smartphones – saiba qual é a opção ideal!

O que é mobile first e por que ele é importante?

Conheça um pouco mais sobre Mobile First, um conceito que vem virando regra para a criação de um site não só com boa usabilidade, mas bem rankeado no Google.

Repaginação de site, ou redesign: Novo site responsivo

Casa de ferreiro, espeto de pau? Aqui não! Eu trabalho com criação e desenvolvimento de sites, então ter um site responsivo é obrigação. Confira o processo do trabalho!

Comentários

2 comentários até o momento

  • Os sites que você desenvolve são responsivo, Fabio?

    Responder
    • São sim, Nando! Inclusive o meu site também é :D

      Responder

Deixe seu comentário

Se você deseja um orçamento, entre em contato clicando aqui.

Quero um orçamento