Quanto custa um blog em WordPress?

A resposta para a pergunta "quanto custa um blog em WordPress" não é bem em números. Saiba mais sobre o trabalho com WordPress, briefings e orçamentos!

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp

A grande maioria dos meus clientes são blogueiros, então a pergunta Quanto custa um blog em WordPress? é bem frequente – até mesmo para quem já utiliza WordPress em seu blog.

Bom, minha resposta não muda: depende do seu briefing. Afinal, sempre preciso saber o que deverá ser feito no projeto.

Vamos manter contato?

Assine a newsletter do blog preenchendo o formulário!
Se precisar de algo, solicite um orçamento. É sem compromisso!
Se não quiser nada disso, sem problemas! Continue lendo o post abaixo :D

Neste post falarei mais sobre isso, sendo que o foco é com o wordpress.org, sistema para hospedagem própria, e não wordpress.com, apesar deste ser exclusivamente voltado para blogs.

Blog em WordPress

quanto custa um blog em wordpress

Blogs em WordPress: Quanto custam?

Hoje em dia há diversas opções de sistema para blogs por aí, mas ter um blog em WordPress ainda é a melhor solução, a meu ver.

Há duas formas de se criar um blog com WordPress: através de templates prontos e através de profissionais, que criam “sob medida”.

Vou falar sobre a segunda forma caso por aqui – leia meu post sobre templates para blogs em WordPress para saber mais sobre a primeira forma!

Quanto custa um blog em WordPress?

É necessária a análise de algumas informações para saber, de fato, quanto custa um blog em WordPress. Não há um valor fixo ou médio – um detalhe pode fazer toda a diferença no preço.

Para se ter uma ideia, nem pedir um blog exatamente igual a outro dá precisão na hora de estimar um preço. Isso porque a criação de blog vai muito além do que está no visual de um blog – o que está por trás dele, sua programação, é determinante na hora de avaliar a complexidade de um projeto. Ou seja, algo que parece muito simples pode ser extremamente complicado porque o principal está no código, que não é visível. Além disso, alguns recursos são bem específicos e só são visíveis para quem administra o site, o que só observando o blog em questão pode não ser o suficiente para identificar – e se for fácil para um desenvolvedor identificar, pode não ser fácil para um usuário comum. Assim o cliente terá um orçamento de coisas que não precisa e/ou nem sabia que constavam no blog, ao mesmo tempo em que o profissional não vai saber exatamente o que o cliente precisa em seu projeto.

A solução disso é a elaboração de um briefing, que lista todos os detalhes do projeto e identifica o que, de fato, é preciso ser feito. O briefing é gerado a partir do momento em que o cliente diz o que precisa (com a ajuda do profissional, que tira dúvidas, dá sugestões e faz algumas pesquisas), que é uma dinâmica importante e necessária: antes de colocar um projeto no ar, é preciso colocar ele no papel. Com todos os detalhes em mente, aí sim é possível fazer um orçamento e responder a dúvida: Quanto custa um blog em WordPress?

Leia também: O que é briefing e qual é sua importância?

Processo de trabalho para criação de blog em WordPress

O briefing é só o começo. Mas e o trabalho em si?

Conheça meu processo de trabalho e entenda um pouco mais sobre a “origem” do preço cobrado em um projeto com WordPress!

Fase 1: Criação

A criação começa na análise da identidade visual (caso você já tenha uma, nem que seja apenas um logo), já que ela deve ser respeitada e seguida. Utilizando-a como base juntamente com as informações extraídas do briefing, um rascunho do blog é elaborado, e daí é feito um wireframe, que na sequência abre caminho para o layout do blog – e aí é definido o design final do blog.

É preciso analisar referências (que vai de blogs em comum a novas ideias para o design) antes de começar a rascunhar o projeto. Além disso, outros estudos são feitos durante essa fase: usabilidade, navegação, posicionamento de publicidade, design responsivo e outros detalhes que variam de projeto para projeto.

Fase 2: Desenvolvimento

Aqui, o que foi criado na fase 1 é “posto para funcionar” – ou seja, o código (front-end, que faz o visual do seu blog funcionar, e back-end, que faz os recursos do blog funcionarem) entra em ação.

Nessa fase também são trabalhados conceitos de usabilidade, além de segurança e performance. Configuração de plugins, integrações e testes, testes e mais testes (em diferentes browsers e sistemas operacionais) também fazem parte do trabalho de desenvolvimento.

Fase 3: Entrega

Na fase final não basta colocar o projeto no ar: é preciso explicar como utilizar o sistema, fazer eventuais ajustes e um acompanhamento durante um tempo pré-determinado para ter certeza de que está tudo em ordem.

Eu costumo manter um contato constante, já que o WordPress e seus plugins têm atualizações frequentes e a internet está sempre com coisas novas. Pra mim é importante que o cliente esteja atualizado também.

Orçamento para blog em WordPress

Agora você sabe que, para saber quanto custa um blog em WordPress, é preciso reunir todos os detalhes do projeto em si.

Quer aproveitar para pedir um orçamento? Sinta-se à vontade – é sem compromisso! :D

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp

Do que você está precisando?

Um site novo? Suporte para WordPress? Criação de logo? Outra coisa? Fale comigo!

Leia também

Confira artigos relacionados ao post Quanto custa um blog em WordPress?.

2 comentários

  • Samuel Nunes

    Ola Fabio tudo bem? Bem sou totalmente leigo em internet, nunca fiz nenhum curso de marketing digital, mas estou querendo entrar nessa area, para trabalhar como afiliado de produtos digitais. Gostaria de criar um blog.

    Responder
    • Fabio Lobo

      Legal, Samuel! Nesse caso, você pode me pedir um orçamento conforme consta no post, ou então fazer alguns cursos caso queira trabalhar na área ;]

      Responder

Comente!

Espaço reservado apenas para comentários sobre o post. Então, se você deseja um orçamento, por favor, entre em contato para que possamos conversar.

Quem é Fabio Lobo?

fabio lobo

Sou eu! Quer saber ainda mais sobre mim?

Bom, a maioria dos trabalhos que faço — na área de web design e desenvolvimento front-end — é com WordPress, com foco em usabilidade, facilidade e performance (tudo isso com design responsivo, é claro!). Também tenho uma agência digital, a ANDALE!, e sou fundador de outros projetos, como a WOWF e a FicaOn.

Quer saber mais sobre esse tal de Fabio Lobo? Veja meu currículo ou siga-me nas redes sociais acima. Ah! Você também pode acessar meu blog, que é focado em web design e desenvolvimento.