Review – Mac Mini: Vale a pena?

Vale a pena comprar um Mac Mini? É vantajoso no trabalho e no dia-a-dia? Substitui um iMac? E a configuração ideal? Confira minha análise e opinião!

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp

Tive um Mac Mini por pouco menos de um ano – isso porque eu o utilizei em um trabalho temporário, e hoje em dia me arrependo bastante por tê-lo vendido. Isso porque os novos Mac Minis têm a configuração inferior, por incrível que pareça. Que coisa, Apple!

Vamos manter contato?

Assine a newsletter do blog preenchendo o formulário!
Se precisar de algo, solicite um orçamento. É sem compromisso!
Se não quiser nada disso, sem problemas! Continue lendo o post abaixo :D

mac mini

Mac Mini: análise, configuração, dicas e recomendações

Meu Mac Mini: Configuração

O modelo era o late 2012 com processador 2.5 GHz Intel i5 quad core, 10GB de RAM, 500GB de HDD e placa de vídeo integrada Intel® HD Graphics 4000 – Sistema operacional OSX Mavericks. O computador tinha 4 entradas USB 3.0, 1 porta FireWire 800, 1 entrada Thunderbolt, 1 entrada Ethernet, 1 entrada HDMI, 1 slot para cartão SDXC e 1 entrada para saída e outra para entrada de áudio.

Mac Mini no trabalho

Não ficava pra trás de meu iMac, mesmo tendo 2GB de RAM a menos. Claro que a tela nem se compara, mas se você não tem condições de comprar um iMac, um Mac Mini não vai te deixar na mão. Bom, eu sou Web Designer e Desenvolvedor Front-End, então uso muito o pacote Adobe, principalmente com os programas Photoshop, Illustrator e Flash. Assim que comprei o computador, fiz um upgrade de memória RAM pra utilizar tudo isso simultaneamente sem gargalos (de fábrica o Mac Mini vinha só com 4GB). Utilizava um programa para rodar o Windows de forma virtual para testar projetos, e isso que consumia bastante RAM. Sublime Text e outros programas mais leves que rodavam perfeitamente, claro. Utilizar várias abas do navegador também não era um problema.

O Mac Mini não tem drive de DVD, mas hoje em dia isso nem faz mais falta. Quanto ao monitor, teclado e mouse, qualquer marca que você utilizar irá funcionar – os monitores mais antigos podem apresentar algum problema, mas os mais novos funcionam perfeitamente.

iMac no dia-a-dia

Só utilizei o Mac Mini para trabalho, mas a configuração dele era bem parecida com a de meu iMac, que eu utilizava com maior frequência. Sendo assim, é um ótimo computador para jogos, e por ser bem pequeno você pode até utilizá-lo como central multimídia, ligando-o em sua TV na sala, por exemplo.

A configuração ideal

Hoje em dia o Mac Mini é mais limitado que esse modelo de 2012 – o upgrade de RAM só é possível ser feito de fábrica, mas o de HDD/SSD ainda é possível ser feito manualmente. Além disso, os novos modelos não são quad core, o que é uma pena para quem precisa de uma máquina potente e barata. Monitores 4K, nem pensar.

Tendo em vista o modelo 2012 com a configuração que descrevi no início do post, o único upgrade que eu faria seria de SSD. Levando em conta os modelos atuais, a meu ver a configuração ideal é o “top de linha”: 8GB de RAM e 1TB de Fusion Drive. Se você optar por um HDD normal, faça o upgrade de RAM (16GB).

Acessórios recomendados

De fábrica, o Mac Mini só vem com uma fonte de alimentação (o que comprei vinha com um adaptador mini DisplayPort para HDMI, mas a Apple tirou isso dos novos também). Sendo assim, você irá precisar de um teclado, um mouse, um monitor e um adaptador. Na ordem, recomendo: Teclado Bluetooth e o Magic Mouse (ou a Magic Trackpad, se você preferir), ambos da Apple e um monitor da Dell (o melhor custo-benefício atual), que já vem com o adaptador.

Além disso, recomendo um nobreak com uma bateria boa, filtro de linha e estabilizador só pra garantir. E um HD externo para backups.

Mac Mini: Vale a pena?

mac mini vale a pena

Mac Mini: Vale a pena?

Vale, e vale muito! Hoje em dia está bem, mas bem mais caro ter um Mac Mini – até o modelo de entrada é caro. Só que se você não quer ter um desktop que não seja Apple e não precisa de uma configuração muito superior, não hesite em optar pelo Mac Mini.

Se você conseguir encontrar um modelo 2012, ótimo, poderá fazer upgrades e ter uma máquina no nível de um iMac. Se não, ainda vai ter um computador bacana, principalmente se optar pelo Fusion Drive ou SSD.

Bom, é isso. Deixe seu comentário caso tenha alguma dúvida! Quero deixar esse post bem completo, pois sei que opiniões de usuários ajudam na escolha final na hora de comprar um computador novo. Inclusive, se você já tem um Mac Mini, aproveite pra deixar sua opinião também!

Mais informações: Apple – Mac Mini late 2012 e Mac Mini atual.

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp

Do que você está precisando?

Um site novo? Suporte para WordPress? Criação de logo? Outra coisa? Fale comigo!

Leia também

Confira artigos relacionados ao post Review – Mac Mini: Vale a pena?.

8 comentários

  • Eduardo Bitencort

    Olá, Fábio!
    Gostaria de saber se esta configuração de entrada que temos hoje de 4gb de RAM, core i5 1.4ghz com tubo boost até 2.7ghz + intel graphics 5000 é de boa para edições de vídeos como Premiere ou Final Cut.

    Obrigado.

    Responder
    • Fabio Lobo

      Olha, Eduardo, sinceramente não manjo de programas de edição de vídeo, então não saberia dizer. Minha impressão inicial é de que não daria conta…

      Responder
    • Rafael

      Olha Eduardo Bitencort, não sei dizer do Final Cut, porém o Premiere se for acima do Cs5, nenhuma chance de rodar liso, tenho um imac 2.9 com 8gb de ram, e no Premiere CC de 2015, ela dava uns bugs na agulha que me deixaram louco ela não acompanhava no tempo real, meio difícil de explicar, porém deixaria qualquer um louco, conseguir resolvem o problema com Ssd e upgrade para 16gb de ram, agora roda liso, com mais umas configurações conseguir ativar a renderização da GPU da minha placa de video, agora ta rodando bem mais liso, trabalho com after também, onde vi um grande salto no rendimento do trabalho

      Responder
      • Rafael

        Tenho um mac Mini 2011, queria vender mais mudei de idéia, pois além de ser fácil de fazer upgrade nele com ssd e memória, fica de reserva para meu imac, dica para quem trabalha de design é comprar monitor IPS, com uma noção de calibração a cores ficam realmente boas, te um um de 23,5 da LG que funciona muito bem, agora se tiver bala na aguda e quiser investir e um monitor com colorímetro com os da lacie ou eizo, com maior fidelidade cores, e fazer o upgrade em um mac mini de 2011 a 2014, com SSD e memória ram, vai ter uma bela maquina de trabalho!

        Responder
  • Cleber

    Oi Fábio, você saberia me dizer se a versão atual aguenta uma edição de imagens de 16bits no photoshop?
    Obrigado

    Responder
    • Fabio Lobo

      Não sei dizer, Cleber. Acho que depende de mais de um fator…

      Responder
  • Rhudá Jardim

    isso para os dias atuais ainda é valido? 2017″? que estava analisando isso hoje, comprar um 2012 de 2,5 ou um 2014 de 1,4 ou até mesmo um 2017 de 1,4, mas fique com receios com esses mais novos… pelo elevado valor até.

    Responder
    • Fabio Lobo

      Sim, os modelos 2014 continuam ótimos! Os de 2012 valem a pena se você for investir em upgrades de RAM e até mesmo colocar SSD.

      Responder

Comente!

Espaço reservado apenas para comentários sobre o post. Então, se você deseja um orçamento, por favor, entre em contato para que possamos conversar.

Quem é Fabio Lobo?

fabio lobo

Sou eu! Quer saber ainda mais sobre mim?

Bom, a maioria dos trabalhos que faço — na área de web design e desenvolvimento front-end — é com WordPress, com foco em usabilidade, facilidade e performance (tudo isso com design responsivo, é claro!). Também sou fundador de outros projetos, como a WOWF e a FicaOn.

Quer saber mais sobre esse tal de Fabio Lobo? Veja meu currículo ou siga-me nas redes sociais acima. Ah! Você também pode acessar meu blog, que é focado em web design e desenvolvimento.