WordPress vale a pena? Quanto custa?

Na dúvida sobre qual CMS ou framework utilizar? Veja prós, contras, preços e comparações, e então entenda se o WordPress vale a pena para o que você precisa!

Por Fabio Lobo, atualizado em 20/11/2020. 153 pessoas falando sobre isso!

Se você ainda tem dúvidas se o WordPress vale a pena ou não, ou se é o CMS mais adequado para o seu projeto, talvez eu possa te ajudar.

Trabalho com WordPress praticamente desde seu lançamento, e desde então já testei algumas alternativas – algumas realmente boas para alguns casos, outras extremamente ruins para qualquer tipo de trabalho.

Aqui você vai ver:

  • Uma explicação sobre o WordPress.org, WordPress.com e WooCommerce;
  • Exemplos de sites criados com WordPress;
  • Quais são os custos com WordPress;
  • Comparação com outras opções, plataformas ou CMSs;
  • Uma reflexão se o WordPress vale a pena ou não;
  • E respostas à dúvidas comuns.
printscreen do painel de temas do wordpress; à frente, o texto WordPress vale a pena?

O que é WordPress?

É um CMS (content management system, ou sistema de gerenciamento de conteúdo) que inicialmente foi feito para blogs, em pouco tempo já era possível criar sites, lojas virtuais, comunidades, apps e muito mais com a plataforma.

Se você não é familiarizado com CMSs, funciona assim: o WordPress fica “por trás” do site. É o sistema usado para administrá-lo.

Através do painel do WordPress o responsável pelo site realiza atualizações de conteúdo, cria novas seções, adiciona novas funcionalidades / ferramentas / plugin, altera o visual do projeto e por aí vai.

As possibilidades são quase infinitas.

Atualmente mais de 38% de sites no mundo utilizam WordPress. Desses sites, contando apenas os utilizam um sistema de gerenciamento de conteúdo, esse número salta para quase 64%.

WordPress.org ou WordPress.com?

Sim, há essa diferença. Cá entre nós, pisaram feio na bola na hora da escolha dos domínios.

Primeiramente, vale frisar que o WordPress como sistema de gerenciamento de conteúdo é o mesmo nos dois casos. O que muda é o seguinte:

  • WordPress.org: É o sistema “cru”, que você baixa (grátis) e instala em uma hospedagem de sua preferência. É de longe a melhor opção, já que você terá liberdade total para fazer o que bem entender.
  • WordPress.com: É uma opção já hospedada do WordPress. Está tudo pronto e instalado, então você só tem que se cadastrar e terá seu site no ar em poucos minutos. Parece uma maravilha, mas há diversas limitações (principalmente no plano grátis). Para ter mais liberdade com a ferramenta você terá que pagar uma mensalidade muito maior do que pagaria se optasse pelo WordPress.org.

Então, obviamente o foco desse post é com o WordPress.org, já que estou falando sobre o CMS em si!

Mas se você quer dar uma chance ao WordPress.com, leia esse artigo para ver comparações, prós e contras e aprender a utilizá-lo.

Para que serve o WordPress?

Bom, com as explicações acima talvez a resposta seja fácil.

Como disse, o WordPress é um sistema de gerenciamento que possibilita ter um site completo com todas as ferramentas de administração e customização que você pode imaginar.

Porém, apesar de ser altamente personalizável, a plataforma não é perfeita para todos os tipos de projeto.

Em alguns casos o WordPress pode ser tão completo quanto desnecessário – aí você poderia optar por um projeto em HTML puro, por exemplo.

Há também casos em que o CMS não atende a todos os pré-requisitos. Um exemplo são e-commerces mais elaborados – ainda falta muito para que o WP (nesse caso, o WooCommerce – falo sobre isso mais abaixo) seja a opção certa nesse caso.

Então, antes de escolher o WordPress, faça um planejamento e entenda o que você realmente precisa. Só assim para saber se vai valer a pena ou não.

Pra tentar ajudar, respondo duas dúvidas a seguir.

Quando usar WordPress?

Como disse, você pode ter um blog, um site, uma loja virtual… basicamente qualquer coisa com WordPress.

Mas vamos a exemplos práticos.

  • Se você precisa de um blog com algumas ferramentas específicas (captura de email, galeria de fotos, anúncios etc) , ou simplesmente precisa de algo profissional e que vá além do comum/padrão oferecido em outros casos, WordPress vale a pena!
  • Se você quer um site totalmente personalizado, com recursos feitos para sua empresa (cadastro de usuários, catálogos de produtos, formulários para orçamento etc) e possibilidade de atualizar todo o conteúdo quando quiser, WordPress vale a pena!
  • Agora, se você necessita de uma loja virtual básica (cálculo de frete, cupons de desconto, pagamento online etc) e liberdade para alterar destaques e os produtos em si, WordPress vale a pena!

Quando não usar WordPress?

Sejamos francos: Nem sempre WordPress é a melhor opção. Também separei alguns exemplos práticos aqui.

  • Se você precisa de um blog básico, apenas para escrever textos sem necessidade de alterar o visual, trabalhar com SEO e, principalmente, se você também não pretende investir nem um centavo nisso, WordPress não vale a pena.
  • Se você quer um site com poucas páginas (ou apenas uma), contendo apenas textos, imagens e um formulário para contato, tudo estático (sem necessidade de alterações ou atualizações), WordPress não vale a pena.
  • Por fim, se você necessita de uma loja virtual mais avançada, como um clube de assinatura, WordPress não vale a pena.

O que é WooCommerce?

Plugin famoso e gratuito, o WooCommerce possibilita transformar o WordPress em uma loja virtual básica.

Sim, básica. Para ter algo um pouco mais avançado, você vai começar a ficar dependente de trocentos plugins – e a maioria não é grátis e exige renovação anual. Tudo em dólar, claro.

Como comentei mais acima, o WooCommerce ainda está longe de ser a opção ideal para e-commerces médios – ou seja, que são acima do básico.

O que é hospedagem WordPress?

Hospedagem WordPress, ou Managed WordPress Hosting, é o tipo de hospedagem que pode fazer toda a diferença para o desempenho e segurança do seu projeto.

Isso porque os servidores são configurados e otimizados de acordo com as particularidades do WordPress. E, nesse caso, você deve abrir mão de algumas coisas.

Por exemplo: as melhores hospedagens WordPress não trabalham com cPanel, que é um ímã para problemas de segurança, estabilidade e velocidade.

Ter contas de e-mail no mesmo servidor em que o site está instalado também é uma péssima ideia.

Pra ajudar, fiz uma tabela básica de comparação entre hospedagens:

OpçãoHospedagem comumHospedagem não gerenciada
(Digital Ocean, AWS)
Hospedagem WordPress
(WOWF, PortoFácil)
cPanel ou semelhante✕*✕**
Hospedagem de e-mails✕*✕**
Atualizações automáticas do WordPress✕*
Backups automáticos✕*
Configurações de segurança para o WordPress✕*
Otimizações do servidor para o WordPress✕*
Cache e minificação no servidor✕*
Suporte especializado✕*
*A não ser que você instale e programe tudo manualmente, claro.
**São opções ruins para o servidor em termos de segurança, estabilidade e velocidade.

Exemplos de sites feitos com WordPress

Você está vendo um exemplo agora! Meu site foi totalmente construído em WordPress.

A maioria dos meus clientes e parceiros utilizam WP também, já que me especializei com a ferramenta ao longo dos anos.

Na página de showcase do WordPress é possível ver alguns exemplos famosos que utilizam a plataforma, como as revistas Rolling Stone e Vogue.

Abaixo, vou citar alguns que desenvolvi. Se quiser ver mais exemplos, confira meu portfolio!

Site institucional multilíngue

macroplan

Exemplo constante em minhas apresentações de projetos, o site para a Macroplan é um dos mais completos que desenvolvi.

Foi um refactoring de um tema que eles já utilizavam, com algumas melhorias visuais e um upgrade e tanto na performance: a nota do Google PageSpeed foi de 8 para 91. Tudo graças a um suado trabalho de otimização, além de hospedagem na WOWF.

O site tem diversas páginas com estruturas específicas, com gráficos, tabelas, lista de clientes, equipe, depoimentos e por aí vai. Tudo isso em três línguas: português, inglês e espanhol.

Loja virtual com vendas via WhatsApp

Flores Para Despedida em um laptop, tablet e smartphone

O Flores para Despedida queria um e-commerce com uma proposta diferente: fazer as vendas através do WhatsApp.

Também hospedada na WOWF, a loja em si funciona como um catálogo. Com estrutura moderna do tema pronto Rosebud, o projeto utiliza WooCommerce – mas sem a opção de finalizar a compra através do site.

Em vez disso, o pedido é finalizado no WhatsApp. Assim a equipe faz um atendimento personalizado e fecha a venda de acordo com as necessidades do cliente.

Blog pessoal de influencer

site lari duarte em um laptop, tablet e smartphone

O blog da Lari Duarte é um dos poucos que ainda têm um formato clássico – ou seja, com posts na íntegra na página inicial.

Destaques principais logo abaixo do topo e uma barra lateral completam o layout, que tem um design bem básico.

Quanto custa o WordPress?

A pergunta “Quanto custa o WordPress?” parece ter uma resposta bem óbvia, já que a plataforma é grátis. Mas não é bem assim.

O WordPress é grátis, é verdade – mas um projeto feito com WordPress não.

Afinal, é comum pensar que, como o WordPress é gratuito, ter um site com ele é grátis também. Há alguns custos envolvidos principalmente em colocar o site – e mantê-lo – no ar.

E se sua ideia é ter um site profissional, há ainda alguns custos que você deve levar em consideração, como a criação do site (ou tema) e assinatura de plugins, manutenção etc.

Obrigatoriamente você terá dois custos com WP:

  1. Domínio: O “endereço www” do seu site. E é só o endereço mesmo: é como a rua e o número da sua casa, mas não sua casa em si. O valor é, em média, R$ 40,00 anuais. Saiba mais sobre domínios lendo este artigo aqui.
  2. Hospedagem: O que armazena seu site e faz com que ele seja acessível através do domínio. Seguindo o exemplo acima, aqui é sua casa – o visitante irá até seu endereço (domínio) e irá entrar no seu site (hospedagem).
    Esse custo varia bastante, e minha dica é: jamais opte por hospedagens muito baratinhas ou populares. Leia esse texto para ter uma ideia melhor sobre hospedagens.

Assim você consegue ter o WordPress instalado, configurado e acessível. Mas ainda não terá o site em si – e é aí que entram os temas e plugins.

  • Tema: Também conhecido como template ou modelo, o tema é toda a estrutura visual do seu site – ou seja, o que seus visitantes e clientes vão ver. A opção mais barata é a de temas prontos, que custam em média 60 dólares (mas também há temas grátis). Agora, para desenvolver um tema totalmente personalizado para o seu negócio, o custo pode variar bastante.
  • Plugin: Um plugin é um “add-on”, uma ferramenta extra que pode ser instalada no WordPress. É como o WooCommerce, que citei mais acima – uma opção para deixar o WordPress ainda mais completo e personalizado.
    A grande maioria dos plugins são grátis, mas se você precisar de algo um pouco mais específico vai ter que desembolsar alguns dólares. E renovar todo ano.

Não há uma média de valores porque não há site igual ao outro. Cada um tem suas particularidades.

Você pode ter uma noção de quanto custa um site lendo esse meu texto com algumas comparações. Em resumo, podemos chutar o seguinte:

  • Site: Se for um site institucional, certamente você não precisará investir muito. Mas tudo depende da quantidade de recursos necessários (uma integração via API ou um formulário de pedido de orçamento, dependendo de como for, podem elevar bastante o valor). A quantidade de páginas costuma ser indiferente no preço total, já que o WordPress é um sistema que permite criá-las facilmente.
    • Tema pronto: média de 60 dólares*
    • Tema personalizado: de R$ 3.000,00 a R$ 8.000,00*
  • Loja virtual: Além da criação da loja virtual você poderá ter outros gastos como certificado SSL, sistema ERP, CRM, dentre outros, além das taxas das formas de pagamento, fretes e outros gastos de uma loja comum. Dependendo do porte da sua loja, seus gastos serão mínimos.
    • Tema pronto: média de 100 dólares*
    • Tema personalizado: de R$ 5.000,00 a R$ 15.000,00*
    • Dica: uma forma de economizar com o WooCommerce é optar pelos plugins grátis do YITH. Mas se precisar de mais funções, opte pelos plugins oficiais. São caros, mas funcionam.
  • Blog: Normalmente é a opção mais barata, a não ser que você queira um blog mais interativo (com cadastro de usuários) e/ou em formato de portal. Se for um modelo mais tradicional de blog, o custo será mínimo.
    • Tema pronto: média de 40 dólares*
    • Tema personalizado: de R$ 2.000,00 a R$ 5.000,00*

*Lembrando que TODOS os preços podem variar para mais ou para menos. Esses dados são apenas estimativas.

Comparação com outras plataformas: qual é a melhor?

logo do WordPress

Abaixo, fiz uma comparação bem simples e direta do WordPress com outras plataformas famosas.

A ideia é apresentar os prós e contras de cada uma e explicar quando optar por uma ou outra.

WordPress: prós e contras

Pra não ficar algo repetitivo, vamos começar listando os prós e contras do WordPress.

Assim teremos uma base para comparações mais adiante.

Vantagens do WordPress

  • É gratuito;
  • É altamente personalizável;
  • Possui código-fonte aberto;
  • É fácil incrementar novas funcionalidades com a ajuda de plugins;
  • É constantemente atualizado, pois conta com um grupo enorme de colaboradores que contribuem para a evolução da plataforma;
  • É excelente para SEO;
  • Você mesmo pode fazer facilmente todas as edições, customizações e atualizações;
  • Tem opções de loja virtual, AMP e Web Stories prontas através de plugins oficiais;
  • É fácil de migrar;
  • É fácil de integrar com Google Analytics, AdSense, ferramentas de captura de e-mail, ERP, CRM e muito mais.

Desvantagens do WordPress

  • Requer uma hospedagem especializada no assunto para evitar dores de cabeça;
  • Sem um cache bem configurado a coisa pode ficar feia;
  • Não é tão simples de instalar de maneira segura e otimizada. Há um manual bem explicativo, mas provavelmente você precisará da ajuda de alguém pra deixar tudo perfeito;
  • Há muitos temas e plugins extremamente pesados, e identificar isso para fazer a escolha certa requer um conhecimento técnico mais avançado.

WordPress ou Blogger?

logo do blogger

O Blogger continua firme, apesar de perder muitos usuários para o WordPress por conta da versatilidade do concorrente.

Lendo esta breve introdução, parece óbvio qual das duas plataformas é a melhor, não é mesmo?! Mas claro que o Blogger tem suas vantagens.

Antes de gerar uma confusão tremenda, Blogger e Blogspot são a mesma coisa. O nome oficial da plataforma é Blogger, mas seu blog ficará com blogspot na url. Exemplo: www.nome-do-seu-blog.blogspot.com.

Ao contrário do WordPress com seu código aberto, com o Blogger você fica preso ao que é oferecido no sistema, que são algumas widgets personalizáveis e a customização de templates, por exemplo.

Então, se você precisa de um blog bem básico, que não te custe um centavo, o Blogger é o suficiente. Caso contrário, o WordPress é, de longe, muito melhor.

Vantagens do Blogger

  • É gratuito;
  • É possível fazer edições no código-fonte;
  • É do Google;
  • É bom para SEO;
  • É prático e fácil de utilizar;
  • É relativamente simples de migrar para outra plataforma de maneira automática;
  • Você não precisa se preocupar com hospedagem.

Desvantagens do Blogger

  • Você não é dono do seu conteúdo;
  • Apesar de personalizável, não é possível fazer muita coisa além do que há de disponível na plataforma;
  • Não há muitas ferramentas para integrações, então você vai ter que mexer bastante no código;
  • É mais voltado para blogs, então não há opção de loja virtual;
  • O resultado final não é tão profissional.

Case: Migração do Blogger para o WordPress

rap 24 horas

Já fiz várias migrações de blogs do Blogger para o WordPress, mas uma é bem especial.

Trata-se do Rap 24 Horas, um dos maiores blogs do nicho. Segundo Bruno Guerra, editor-chefe do blog, em pouco tempo após a migração o blog passou a ter dez vezes mais acessos.

E mais: ele tem uma meta de atingir um número de cem a duzentos vezes maior, o que só seria possível com o WordPress – principalmente por conta de sua compatibilidade com o Google News.

Meus ganhos aumentaram cerca de 8x a 10x. Isso porque o WordPress te permite colocar anúncios dentro do parágrafo e em lugares mais estratégicos, enquanto o Blogger te limita MUITO QUANTO A ISSO. Além de eu suspeitar de que o carregamento do site no WP é mais favorável para eu conseguir cliques nos anúncios.

Bruno Guerra – Rap 24 Horas

Agora, um ponto muito importante está na lista das desvantagens do Blogger: você não é dono do seu próprio conteúdo.

O Rap 24 Horas teve um problema muito sério com isso. Por causa de posts com alguns streams de músicas vazadas por outras pessoas no YouTube, o blog foi apagado.

Sim: eles sequer tiveram uma chance para revisar o conteúdo e apagar os vídeos. Simplesmente perderam tudo.

(…) perdi uma conta Blogger por infrações de políticas de direitos autorais. E acabei perdendo meu blog com 20 mil posts, além de 2 outros sites ligados à conta que nada tinham a ver com isso. Eu ainda perdi o direito de reutilizar esses domínios do Blogspot, porque eles foram banidos.

(…) dá uma insegurança manter sua plataforma em uma estrutura tão frágil.

Bruno Guerra – Rap 24 Horas

Por fim, a equipe do Rap 24 Horas ficou bastante satisfeita com as opções de personalização do WordPress. Enquanto o Blogger tem inúmeras limitações, o WP os ajudou até mesmo com dados e relatórios para ajudar a alavancar o blog.

Tudo isso graças às possibilidades de desenvolver praticamente qualquer coisa dentro do WordPress. Além de, é claro, a grande diversidade de plugins com tudo pronto.

Claro que é ruim sair de uma zona de conforto, aprender uma série de novas coisas, mas nos dias de hoje, se você quiser vencer, é necessário superar isso conscientemente.

Bruno Guerra – Rap 24 Horas

WordPress ou HTML?

logo do html5

Aqui a coisa muda completamente de patamar.

Isso porque quando falamos do WordPress, estamos nos referindo a um CMS. Já HTML é puro código – não há um painel para gerenciar seu conteúdo.

Isso considerando que você irá utilizar HTML puro no seu site, ou seja: sem outra plataforma, framework ou linguagem de programação.

Dependendo do tipo de projeto isso não é nada absurdo.

Por exemplo, essa página de convite de casamento não precisava de um painel administrativo porque nunca iria receber atualizações de conteúdo. Bem mais barato e rápido fazer tudo com HTML.

E mesmo que você precise fazer atualizações ou novas postagens, há uma solução um pouco trabalhosa mas que quebra um galhão: Jekyll.

Vantagens do HTML puro

  • É gratuito;
  • É altamente personalizável (a partir do momento em que você utiliza JavaScript);
  • É excelente para SEO;
  • Você pode ir mais além e utilizar AMP HTML;
  • Por não dar trabalho para o servidor (já que não há banco de dados e linguagem de programação), é a opção mais leve e rápida – de longe;
  • É possível encontrar templates prontos (grátis e pagos) em HTML puro ou com a utilização de bibliotecas e frameworks populares;
  • Muito fácil de migrar para alguma plataforma;
  • Não há dor de cabeça com hospedagem (desde que você não assine uma das piores, é claro).

Desvantagens do HTML puro

  • É bem mais trabalhoso para manter o site atualizado;
  • Não há painel de controle ou de edição de conteúdo;
  • A não ser que você implemente funcionalidades com linguagem de programação ou widgets de terceiros, não vai poder ter algumas coisas básicas como formulário de contato, busca, sistema de comentários etc;
  • Você vai precisar mexer no código até pra trocar uma vírgula.

WordPress ou Bootstrap?

Essa pergunta é, no mínimo, curiosa. Criei esse tópico apenas para esclarecer algumas coisas.

Isso porque já vi mais de uma vez perguntarem se Bootstrap é melhor que WordPress, principalmente pra SEO.

Bootstrap é um framework front-end com bibliotecas prontas (HTML, CSS e JavaScript) para você montar um site tendo pouco trabalho. É ideal para programadores que não têm muita experiência com front-end ou para quem está com muita pressa de finalizar algo.

Há diversos temas prontos para WordPress que utilizam Bootstrap. Alguns desenvolvidos do zero também podem utilizar o framework – tudo depende das preferências do desenvolvedor contratado.

Ou seja, não tem como comparar o WordPress com o Bootstrap. Você pode ter um projeto só com Bootstrap, mas aí não terá um painel de controle como o WordPress. Essa é a única diferença.

Eu não trabalho com Bootstrap simplesmente porque tenho minhas próprias bibliotecas que são mais otimizadas e específicas para WordPress.

E mesmo em projetos em HTML puro ou com utilização de outros CMSs, prefiro trabalhar com minhas próprias bibliotecas.

WordPress ou Wix?

logo do wix

Mantenho o que já falei sobre o Wix no Trampar Online. O Wix tem desvantagens significativas o bastante para você evitá-lo a qualquer custo.

Se você precisa de um site extremamente simples e grátis, veja algumas recomendações no próximo tópico.

Vantagens do Wix

  • É gratuito e possui planos baratos;
  • É personalizável de acordo com as funcionalidades e limitações de cada template;
  • Não chega a ser ruim para SEO;
  • É prático;
  • Você não precisa se preocupar com hospedagem.

Desvantagens do Wix

  • O plano grátis exibe anúncios do Wix;
  • É preciso pagar uma mensalidade só pra utilizar um domínio próprio (e ainda assim haverá anúncios do Wix);
  • Você não é dono do seu conteúdo;
  • Apesar de personalizável, não é possível fazer muita coisa além do que há de disponível na plataforma;
  • Não possui código aberto, nem muitas opções para alteração ou inserção de códigos;
  • Não é fácil de utilizar;
  • Os sites são lentos e pesados;
  • Só é possível migrar para outra plataforma de maneira manual;
  • Se você não tiver o mínimo de experiência com web design, o resultado final não será nada profissional.

Outras alternativas

Pra começar, vamos falar de opções grátis. Nesse caso, totalmente grátis.

Se você precisa de algo básico a custo zero, Google Meu Negócio, Google Sites, WordPress.com e GitHub Pages são as melhores opções.

São ferramentas fáceis de usar e, claro, têm suas limitações. Mas se você realmente não precisa de muito, não tem por que reinventar a roda, não é mesmo?!

Agora, as opções mais avançadas (e uma nem tanto assim).

Um dos principais concorrentes do WordPress quando este ainda engatinhava, o Drupal tem a vantagem de ser mais leve – mas é extremamente mais difícil de utilizar. E por ser bem menos utilizado, acaba sendo menos visado por hackers.

Isso não significa que Drupal é mais seguro que WordPress, claro. O segundo é mais visado mas tem uma comunidade que trabalha sem parar em novas implementações de segurança.

Além disso, o WordPress tem muito mais opções de plugins e integrações.

Já o Squarespace está mais para um concorrente do Wix, que fica parecendo brincadeira de criança quando você compara a organização, facilidade e profissionalismo das duas plataformas.

Não tem plano grátis e é mais caro que o concorrente, e a mensalidade pode ser mais salgada que a de um projeto com WordPress.

Sem contar que há um abismo de possibilidades entre o Squarespace e o WordPress, então é outra opção a ser desconsiderada.

Por fim, o Joomla é um caso semelhante ao do Drupal. São duas plataformas diferentes, mas quando comparadas ao WordPress não muda muita coisa.

O Joomla tem opções mais dinâmicas para conteúdo em relação ao Drupal, mas o WordPress já deu um chega-pra-lá com a implementação do Gutenberg.

Por fim, a curva de aprendizado do Joomla também é maior, o que faz com que ele e o concorrente citado não sejam ideais para usuários sem experiência com desenvolvimento.

Conclusão: WordPress vale a pena sim!

Depois de tudo que disse acima, a resposta correta seria “depende do seu caso”, certo? Bom, se você colocar na balança todos os prós e contras, o WordPress vale a pena para a grande maioria dos projetos.

Não por acaso é o CMS mais utilizado do mundo.

Desde que você…

  1. …escolha uma boa hospedagem,
  2. configure corretamente um plugin de cache,
  3. não exagere com plugins e temas pesados e/ou com recursos desnecessários
  4. e fique atento às atualizações…

…não vai ter com o que se preocupar.

Créditos das imagens: Freepik e sites citados.

Revisão

Tirou todas as suas dúvidas sobre WordPress? Não deixe de confirmar abaixo:

Qual é a diferença entre wordpress.com e wordpress.org?

O CMS WordPress pode ser baixado no site wordpress.org, e então você deve instalá-lo em sua hospedagem e terá liberdade para fazer o que quiser! Já o wordpress.com é uma opção já hospedada do WordPress, mas tem muitas limitações e acaba saindo bem mais caro se você quiser a versão completa do WordPress.

Como fazer login no WordPress?

Por padrão, seu endereço de login no WordPress será enderecodoseusite.com/wp-admin ou enderecodoseusite.com/wp-login.php. É recomendado que você altere esse endereço por questões de segurança (basta utilizar um plugin chamado WPS Hide Login).

WordPress é pesado?

Sim, o WordPress é pesado – bastante, inclusive. Por isso é imprescindível que você escolha uma hospedagem especializada em WordPress e utilize um cache bem configurado.

WooCommerce vale a pena?

Atualmente há opções melhores que o WooCommerce no mercado. As maiores desvantagens do WooCommerce são dependência de diversos plugins para coisas simples (e os melhores plugins são pagos – anualmente) e falta de algumas opções para necessidades de lojistas brasileiros.

WordPress é bom pra SEO?

Sim, o WordPress é bom para SEO tendo em vista que possui diversas ferramentas de otimização e criação de conteúdo de acordo com as recomendações do Google.

Vale a pena contratar hospedagem WordPress?

Como o WordPress tem necessidades específicas para desempenho e segurança, vale a pena contratar uma hospedagem especializada na plataforma. Assim, estará tudo configurado especialmente para o WP.

A cópia dos conteúdos e trabalhos deste site não é permitida. Saiba mais clicando aqui!

Quem é Fabio Lobo?

Web designer, desenvolvedor front-end e programador WordPress.

Quem é Fabio Lobo?

Estou há mais de uma década na área. O foco do meu trabalho é em usabilidade, facilidade pro usuário, acessibilidade, SEO e performance.

Também tenho alguns projetos open source, além de prestar consultoria em hospedagem WordPress e criação de conteúdo.

Como posso te ajudar hoje?

Trabalho com consultoria, suporte, manutenção, criação e desenvolvimento.

Fale comigo

Leia também...

...alguns textos que têm a ver com o assunto:

Provedor de hospedagem de site: o que é e como escolher?

O host ideal para seu projeto pode não ser esse que você tem em mente. Saiba como escolher um provedor de hospedagem de site e veja uma lista para comparar!

Criação de portal de notícias completo e personalizado

Quer montar um site de notícias vertical ou horizontal? Veja o planejamento necessário na criação de portal de notícias (em WordPress!).

Suporte para WordPress: serviços e soluções

Quer suporte para WordPress / WooCommerce, plugins e temas? Confira: de um chamado urgente a manutenção mensal, de ajuda grátis a atendimento profissional especializado.

Comentários

153 comentários até o momento

  • Sem dúvida o WordPress.

    Responder
    • Hum, não gosto do WordPress, recomendo Blogger fácil de se intender e hoje em dia há vários Templates prontos para instalar de uma forma simples, com certeza quem for fazer um blogspot não usura a plataforma simples do blogger e sim procurar um template bonito e editável para instalar.

      Responder
    • Eu penso em utilizar o wordpress, porém, ainda não compreendi o seu uso, não entendi como hospedar, coisas do tipo sabe!? porém, ouço falar muito bem dele.

      Responder
    • Sou profissional da área e posso afirmar:
      1) WordPress: Necessita de profissional dedicado na implantação do seu blog/site.
      2) Blogger: Desenvolvido para usuário, sem a necessidade de profissional da área para a sua implantação.
      Comparativo: WordPress pode ser editado e configurado da maneira que se desejasr, pois está instalado em sua hospedagem, permitindo sua manipulação, enquanto o Bloguer é disponibilizado pelo Google, sem a possibilidade de alterações profundas, mas que permite aplicação de temas entre outras coisas. Este, por último, não é indicado para aplicações comerciais complexas, (Site, Lojas, entre outras) apenas para ser utilizado para a finalidade que foi desenvolvido: Criar paginas de assuntos ou seja blogs

      Responder
      • Só um comentário, Mauro: Não é preciso um profissional dedicado na implantação do WordPress. Conheço muita gente que se vira bem, até porque nas hospedagens há instaladores que vêm com uma série de templates prontos para serem utilizados.

        Responder
        • Sim é verdade, existem usuários que conseguem. Mas o que me referi é sobre a implantação do blog ou site, que exige configurações de e-mail, talvez de serviços cron para mala direta, entre tantas outras implementações possíveis, e não sobre a instalação do wordpress, que de qualquer maneira acredito que em blogs sem complexidade e sem necessidade de desevolvimento de rotinas com maior complexidade a ferramenta Blogger é mais apropriada.

          Responder
          • Ah, mas ainda assim, pra esses serviços de configurações de e-mail e mala direta, além de outras implementações, existem soluções de terceiros, que são bem fáceis de implementar também.

            Tem muita coisa pronta e a tendência é que isso aumente cada vez mais. Se o cara não precisa de nada personalizado, ele consegue se virar com várias funcionalidades “avançadas” por conta disso.

  • O Blogger está deixando vários usuários de cabelo em pé.
    Fica todo desconfigurado, os menus lá em baixo, são várias as reclamações.
    Acho que ainda está pra nascer, uma ferramenta fácil e prática para leigos.

    Responder
    • Nada é fácil e prático para leigos… estude!

      Responder
      • Com certeza! Tem que estudar, correr atrás de informações, mesmo que este processo seja maçante!

        Responder
  • Eu amo as pessoas sensatas! Agradeço a lucidez ao tratar esse tema, pois tenho visto cada postagem agressiva que chega dar medo de ler até o final dos comentários. Fiz meu primeiro blog no blogspot e acabei me aborrecendo porque queria algumas mudanças e não conseguia fazer. Me mudei para o WP e estou feliz por lá, apesar de ainda desejar algumas mudanças e ter de pagar por elas. Infelizmente não sou da área de TI, então HTML, CSS, PHP, XML, não passam de sopa de letrinhas para mim. Enfim, mesmo para quem é completamente leigo como eu, o WP nos dá mais segurança e elegância imediata, além do que sinto como se meu blog estivesse instalado num condominio de luxo…
    Abraços garotos,

    Responder
    • Marta devo te agradecer pelo comentário MUITO OBRIGADO mesmo, o post inteiro me esclareceu muitas dúvidas mais seu comentário foi realmente o que eu precisava, estava com um receio muito grande da mudança e seu comentário me deu mais segurança quando citou que mesmo não sabendo algumas linguagens de programação (graças a Deus sou profissional dessa área), e que mesmo sem saber você consegue trabalhar com o WordPress, ou seja se você consegue eu também vou conseguir agora estou bem mais confiante :D

      Responder
    • Gostei do seu comentário Marta, vou escolher o WordPress. Obrigado

      Responder
  • Pera aí ! Não entendi!

    O worpress é de graça mas você tem que pagar RS5,00 para usar o “.org”? E RS30,00 se quiser um domínio próprio “.com”?

    Responder
    • Manu, o WordPress(.org, que foi o foco do texto – veja o parágrafo acima da segunda imagem) é de graça, mas a hospedagem e o domínio não.

      Responder
      • Fábio, continuo sem entender. De qualquer forma, optando pelo wordpress, terei que pagar alguma coisa?

        Responder
        • Depende. De forma resumida: Se você usar o .com, sem domínio próprio, é de graça. Com domínio, paga o valor do domínio. Se usar o .org, paga o domínio e a hospedagem.

          Responder
    • Desculpe, nao entendi!! Como faço pra ter apenas o meu nome no wordpress, sem
      o .wordpress? Ex: may.com

      Responder
      • Quero saber como faco pra ficar
        Como seu nome , sem usar o wordpress no endereco..

        Responder
        • Você precisa comprar um domínio no registro.br, por exemplo, e aí verificar no painel do WordPress a opção de utilizar domínio próprio.

          Responder
        • é so você comprar um domínio, .com, .br, tipo esses,

          Responder
        • Compra um domínio.

          Responder
  • Muito bom, deixou bem claro o tema.

    Obrigado.

    Responder
  • pó o blogspot e muito ruim,como já foi dito ai no post,ele não e muito dinâmico, não tem muitos recursos,mas e muito bom para iniciantes!

    Responder
    • Fabio, se puder responder essa pergunta ficaria muito agradecido!
      Já procurei muito por esta resposta e ainda não encontrei:

      Quantas visitas simultâneas a hospedagem do blogger suporta?

      Responder
      • Daniel, acho que não há resposta pra essa pergunta! Já conheci blogs com mais de 20 mil acessos diários por lá. Mas realmente nunca vi limite estipulado por eles.

        Responder
  • Muito bem explicado, sanou minhas dúvidas.
    Vou optar pelo WordPress, pois preciso de algo mais personalizável e profissional.

    Grande abraço!

    Responder
  • bom! sou iniciante,tenho um dominío e hospedagem no hostgator,mas tenho tido muita dificuldade no WP para deixa-lo profissional, já no blogger consegui faze-lo mais profissional, em fim ainda estou com os dois. Wp para iniciantes é muito dificíl pricipalmente para quem não tem experiência nenhuma com informatica ,as explicaçôes para você personalizar é difícil entender e o Blogger é mais fácill. Estou tentando aprender o WP mas sozinha vai demorar muito por isso vou usar os dois.

    Responder
    • Claudia, por que você não contrata um profissional? ;D

      Responder
      • E gastar mais dinheiro com uma plataforma gratuita (e ao mesmo tempo paga) ?

        Responder
        • “Gastar dinheiro”, pra mim, é jogar dinheiro fora com bobagens. Quando se trata de um hobby, projeto experimental, trabalho ou o que quer que seja, eu chamo de “investir dinheiro”. Não é porque eu trabalho com isso e seu comentário de certa forma desmerece minha profissão, longe disso – eu tenho meus hobbies e quando há oportunidade eu invisto grana neles.

          Mas minha pergunta foi uma dúvida mesmo. Às vezes algumas pessoas querem aprender ou têm medo de perguntar. Na pior das hipóteses, o blogger e o wordpress.com são gratuitos. ;]

          Responder
          • Fabio Lobo, qual o preço médio para deixá-lo profissional?

          • Olá, Flávio! Você pode solicitar um orçamento :D

  • É melhor já começar um blog com dominio proprio, ou começar com um gratuito e a medida que for aparecendo seguidores e anunciantes trocar pelo dominio proprio?

    Responder
    • Depende de muitos fatores, Ana, mas na maioria das vezes começar pelo gratuito é a escolha ideal. Só que esperar por seguidores e anunciantes nem sempre é o ideal, porque muitas vezes o investimento que você fizer para o bem do seu blog sim que trará esses dois.

      Responder
  • Você não poderia fazer uma lista de vantagens e desvantagens do wordpress.com também?
    Quero fazer um blog sem ter que pagar qualquer coisa, então me parece que o wordpress.org não é uma opção… Dessa forma devo escolher entre o Blogger e o WordPress.com.
    Eu farei várias postagens com vídeos e imagens e quero que a visualização do blog seja possível na grande maioria dos países. Eu li que o wordpress está está disponível em mais de 120 línguas, e o Blogger em 50 línguas. Talvez isso faça do WordPress.com a melhor escolha para mim, mas gostaria de saber mais a respeito… Ah, e você saberia informar onde eu vejo em que línguas cada um está disponível?

    Muito obrigada por ler minha mensagem, seu site é ótimo.

    Responder
    • Lou, pelo que eu entendi, as línguas que cada um está disponível tem relação com o painel de controle, não com o “alcance mundial” do blog. Ou seja, se o WordPress tem suporte à língua Chinesa e o Blogger não, significa que no WordPress você terá um painel – que só você pode ver – em chinês se você optar por ele, mas ambos os blogs são acessíveis na china. Os sistemas também não traduzem seus posts. Sendo assim, Se você fizer um post em português, o mundo inteiro vai conseguir acessá-lo, só que ele estará em português independente de estar no Blogger ou no WordPress.

      Como eu nunca usei o WordPress.com, não sei dizer todas as vantagens e desvantagens. Então, sugiro que você faça o que eu sugeri em “wordpress.com ou blogspot.com?”. ;]

      Responder
    • Lou, eu sei que no blogger vc pode adicionar widget de tradutor do google que vai traduzir para a língua disponível do google tradutor. Já no WordPress não sei se existe essa opção, também gostaria de saber mais as diferenças entre o wordpress.com e blogger.com, em termos de se utilizar widgets. Mas de qualquer maneira, esse foi o site que me deu mais informações a respeito. Obrigada Fábio!

      Responder
      • Simadhu, isso é possível no .com sim. No .org há plugins mais avançados – você pode criar um post para cada língua manualmente, por exemplo.

        Responder
  • tenho algumas duvidas:
    1º – Eu tenho um tamplate no meu Blogger (que uso como hospedagem, pois eu possuo um dominio só meu), se eu quiser migrar ele para o WP eu poderei continuar usando ele????

    2º – Eu já tenho um dominio e mesmo assim o WP cobrará alguma taxa de mim??? (taxa relacionada há dominios e tal)

    3º – A hospedagem que usarei, será do WordPress ou posso contratar alguma outra???

    Responder
    • Fala, Rafa!

      1 – Não, você precisará de um template de WordPress;

      2 – O WordPress(.org) não cobra nenhuma taxa de domínio;

      3 – O WordPress(.org) não hospeda, você precisa escolher alguma empresa de hospedagem!

      Responder
  • Olá, tenho duas dúvidas:
    1- É verdade que de uma hora pra outra o google pode excluir os blogs que usam a plataforma Blogger?
    2- O Blogger possui um número limitado de páginas pra postagem?

    Obrigada.

    Responder
    • Desconheço essas informações, Erika. Acho que não são verdadeiras.

      Responder
  • Olá, sou iniciante também… *risos*
    Abri uma conta no WP e estou apanhando hahaha
    Estou tendo dificuldade, pra deixar bonitinho.
    Me chamou atenção quando vc disse que há uma quantidade absurda de templates gratuitos,
    onde encontro?? Queria algo estilo kawaii.
    Do Blogger ja vem pronto, agente pode baixar e tal… do WP também é assim?
    Obrigada,

    Taty

    Responder
    • No wordpress.com eu não sei te dizer como funciona o esquema de templates, Taty. Mas se seu blog tiver hospedagem própria, no próprio wordpress.org tem um monte de template gratuito!

      Responder
      • O WP tambem possibilita ganhar dinheiro como o blogger atraves de anuncios?
        as regras sao as mesmas do blogger com relacao a colocar fotos ou videos da internet em seu blog?
        O que me deixou em duvidas com relacao ao blogger foi essas regras poque como eu trabalho muito com estetica e decoracao é inevitavel que eu queria colocar fotos da internet e videos no meu blog

        Responder
        • Desconheço as regras de conteúdo e publicidade do Blogger, mas pelo que vejo por aí ambos funcionam da mesma forma nesse quesito.

          Responder
        • No WP.com NÃO é permitido anúncios seus, só os deles. E também não dá pra personalizar nada no código só dá pra instalar os templates (gratuitos e pagos) que eles oferecem. O meu blog por enquanto está no wordpress.com mas não configurei o domínio próprio apenas redirecionei do meu provedor então o endereço fica .wordpress.com.

          Abraços!

          Responder
  • Olá Fábio, bom dia!!
    Fiz um site para minha empresa no ano passado, mas ando meio insatisfeita com ele. Na verdade ele nunca ficou como eu realmente pensei no que diz respeito ao layout, e acho um verdadeiro saco eu ter que ficar enviando material para que outra pessoa o atualize (visto que tal atualização normalmente necessita de “reparos”). Com tantos aborrecimentos resolvi pesquisar sobre blogs, e se essa não seria uma solução para meus problemas (inclusive mais econômico). Adorei o WordPress e já estou iniciando minha página lá, mas tenho algumas dúvidas… já paguei pelo domínio do meu site, posso utilizar esse mesmo para o blog?? não entendo muito dessa coisa de hospedagem, então é possível eu fazer um blog sem que apareça o nome “wordpress” e sem necessitar hospedagem??
    Gostaria que meu blog fosse tipo site mesmo, inclusive com menus, e que fosse bem interativo (o que não consigo com o site) e personalizado. O WordPress é mesmo a melhor escolha?!
    Obrigada pela atenção.
    Abraço.

    Responder
    • Sim, Inês, tudo isso que você disse é possível com WordPress! Eu não trabalho com o wordpress.com, então não vou saber te direcionar melhor sobre como adicionar seu domínio, mas acredito que seja bem simples e deve estar na parte de configurações do blog.

      Não sei também te dizer quanto a versatilidade do wordpress.com em deixar seu blog mais parecido com site; nesse caso eu sempre indico ter uma hospedagem. Com um investimento baixo você consegue algo bem legal!

      Responder
  • Olá. Tudo bem?
    Cara, eu tenho o meu site no Blogger com um domínio “.com” hospedado por outra empresa.
    Quero migrar pro WordPress. Eu posso transferir meu domínio já existente pro WP.com?
    Se caso eu comprar um designer personalizado, tem alguma limitação do WP.org pro WD.com?
    Qual a diferença entre eles?

    Abraços.

    Responder
    • Pode migrar sim! E há restrições, porque no wp.com você só pode escolher os templates que eles disponibilizam.

      Responder
  • oi, gostei muito do seu post, tirou minhas duvidas sobre o assunto.

    Responder
    • Que bom, Marcelo! :D

      Responder
  • Gosto do blogger é fácil de mexer, não precisa ter grandes conhecimentos de programação, mas não tem como fazer um layout profissional.
    O WordPress é ótimo para quem já possui um pouco mais de conhecimento em SEO e programação, excelente para criar layout profissional.
    Qual usar? Dependerá do seu conhecimento e do que procura.

    Responder
  • Eu tenho um blog no blogger acho o blogger muito pratico.No primeiro deia que eu usei o blogger eu achei ele muito pratico.Só tem um problema no blogger: ás vezes quando eu vou fazer uma postagem grande (com texto,imagens e vídeos) a postagem não fica salva,já que não salva não tem jeito de reverter a postagem para rascunho!Outro problema é que de uma maneira inesplicavel numa postagem maior,toda vez que eu passo o mouse nela ela muda de lugar (isso só acontece quando eu ainda estou escrevendo ela).Então se você for uma pessoa “fominha” o blogger pode de dar probelma!Tirando isso o blogger é muito bom!

    Responder
  • Fiquei só na dúvida. Se for criar um blog com intuito de ganhar dinheiro, com propaganda e talz, o wordpress tem esta funcionalidade também??

    Responder
    • Em qualquer plataforma você pode veicular anúncios!

      Responder
    • No wordprss.com NÃO!

      Responder
      • Essa pergunta era exatamente a minha dúvida, mas um respondeu que “sim” e outro que “não”. Alguém ajuda, por favor!
        Afinal, posso ter espaços para anúncio no meu blog no WP? Abraços

        Responder
  • Ótimo artigo. Me esclareceu várias dúvidas.

    Responder
  • Fabio , vc conhece algum profissional que possa dar algumas aulas e ajudar a montar um blog no wordpress ?
    E talvez vc teria ideia de qto devem custar as aulas atualmente com base no mercado ,
    Desde ja te agradeço
    Abs
    Danny

    Responder
    • Não conheço, Danny! Também não tenho ideia de preços.

      Responder
  • Olá!!
    Estou desenvolvendo um site pelo Wix e tb estou pensando em fazer um blog (devo optar pelo Blogger por enquanto). A dúvida é: caso eu decida ter domínio para ambos, precisarei fazer um domínio para cada?
    Obrigada!

    Responder
    • Sim, Isabela! Mas no Wix não é possível ter o blog?

      Responder
      • Sim é possível. Existe uma ferramenta ´´blog“ para o wix.

        Responder
  • Valeu pela publicação , não se desfez de nenhum e deixou a critério do Usuário !

    Galera tem videos na internet mostrando como se faz alterações no WP ^^
    Prefiro algo mais profissional WP

    Responder
  • Olá, eu também sou iniciante e fiz um blog no wordpress. Ele é fácil de usar e com o tempo nos acostumamos perfeitamente. Meu problema é que, nas minhas postagens, atingi o limite de espaços para fotos e, agora, o wordpress me oferece para comprar mais 25gb ou até 200gb. Eu achei caro e fico incomodada com a questão de pagar anualmente para postar mais fotos, pois o blog é simplesmente um hobby. Um amigo me indicou postar minhas fotos no Flickr e lincá-las ao WordPress. Fiz isso, mas não gostei do resultado, pois as fotos não aparecem nos textos, mas somente aparecem os links… Segundo meu amigo, as imagens apareceriam pequenas no texto (como já acontece para aquelas que estão armazenadas no wordpress) e ao serem clicadas, seriam exibidas no tamanho original, só que no Flickr… (A mim não me importa onde elas estejam… só queria que aparecessem). Mas não foi isso que aconteceu. Você poderia me dar alguma dica de como colocar mais fotos sem pagar por mais espaço? E que elas aparecessem no texto? O Blogspot tem limite de fotos? Terei mesmo que pagar, se quiser que as imagens apareçam?

    Responder
    • Ana, não sei como te ajudar pois nunca passei por isso. Mas fica a pergunta: só porque é um hobby você não deve pagar por ele? :D

      Responder
    • Não tem limite e não tem que pagar. Posto fotos, links, imagens, e vídeos em todas as minhas postagens que já passa de 2000. Para iniciante e até profissionais acho o melhor. Não precisa pagar domínio. Basta criar uma conta no google. Que adiante ter um Blog com muitos efeitos e enfeites se tenho que pagar um domínio para mantê-lo vivo. O wordpress é para profissional e o Blogger mais para hobby.

      Responder
      • Mas não dá pra ter muitos efeitos e enfeites no Blogger? Tipo GIFs e tal? :P

        Responder
        • Quem disse que não pode? Eu já coloquei vários, apesar de achar que fica muito brega com muitas quinquilharias brilhando, andando na tela e perseguindo o mouse. Muitos atrapalham até os visitantes. A não ser que o Blog seja para postagens só de Gifs, aí não posso dizer porque nunca fiz. Mas se posso colocar enfeites…

          Responder
          • Você disse “Que adiante ter um Blog com muitos efeitos e enfeites se tenho que pagar um domínio para mantê-lo vivo.” e só consegui visualizar GIFs e coisas do tipo. Sempre vejo o pessoal pagando por qualidade, funcionalidades exclusivas, marketing integrado, profissionalidade e coisas do tipo. Pagando por “efeitos” e “enfeites” ainda não vi – nesse caso normalmente usam sistemas gratuitos mesmo, como o Blogger.

            Mas posso não ter entendido o que você disse…

        • Desculpe. Acho que não expliquei direito. Tenho um blog com de vídeos e textos que coloco GIFs em movimento fotos e nunca tive problemas. Mas só os coloco em época de festas como o Natal, Páscoa e outras. Depois logo tiro, porque polui muito o visual do Blog. A comparação não tinha nada a ver mesmo, foi só uma opinião no meio da questão. No fim, quis dizer o WP tem que ter um domínio pago e no Blogger não. Os dois podem colocar GIFs, efeitos fotos e imagens e gadgets e outras coisas. Se o WP tem muito mais do que o Blogger, e para pessoas que fazem questão de algo mais profissional, talvez para obter lucro. Pode ser que seja o melhor nesse ponto.

          Responder
          • O WordPress em si é de graça. Há o wordpress.com que é semelhante ao blogger (sem custos – há algumas opções premium, mas só paga por elas quem tem necessidade) e há o sistema que você baixa gratuitamente no wordpress.org (que é o que cito no post) e precisa hospedar, daí os gastos são com a empresa de hospedagem.

            Ou seja, dá pra usar wordpress sem gastar nada!

  • Boa tarde! Não percebo nada de linguagem informática e não consigo perceber como instalar o wordpress.org. Assim, será possível criar um wordpress.com e depois fazer uma melhoria para wordpress.org? Perco o que já tenho? Muito obrigada pela atenção!

    Responder
    • Beatriz, isso é “possível” (sim, entre aspas). São duas coisas diferentes, então quando você parte do wordpress.com para o wordpress.org, algumas coisas precisarão ser refeitas. O conteúdo em si você não perde.

      Responder
  • Fabio muito obrigada, me ajudou bastante na minha decisão, não tenho muito conhecimento em informática e nessas coisas de site mas vou tentar fazer o WP. Obrigada pela informação.

    Responder
  • Já usei o Blogger e atualmente uso o WordPress.com, prefiro o WordPress. Entretanto eu ache muito caro para ter domínio próprio e acho o preço que tem que pagar pra poder utilizar de youtube, música, vídeos e etc, bem carinho .. mas eu acho que o wodpress é mais organizado e dá um visual mais profissional.

    Responder
    • Não sei se entendi muito bem o que você disse e confesso que faz tempo que não entro por lá, mas quando usei não tinha que pagar pra usar o youtube. E ter domínio próprio não são R$30 anuais?

      Responder
  • Olá Fábio , tenho uma dúvida. É verdade que todas as compras feitas no wordpress tem de ser feita com cartão de crédito internacional ?

    Responder
    • Thaís, não sei dizer porque nunca fiz uma compra por lá. Dá uma olhada nas formas de pagamento deles – provavelmente aceita paypal, não?

      Responder
  • Olá Fábio. Estou com um projeto novo para a internet, onde postarei vídeos tutoriais textos, fotos e regularmente darei aulas on-line. Paguei um domínio recentemente no UolHost e o Google Adsense é essencial para o meu projeto, pois quero partilhar os ganhos junto ao youtube. O blogger me parece a melhor opção para a criação de um blog. Vejo que tem vários templates gratuitos para deixa-lo mais profissional. A minha dúvida e quando a confiabilidade no SEO do blogger e o programa de afiliado do próprio Google, pois tenho medo de perder o conteúdo do blog?! Também gostaria de perguntar: tendo o domínio personalizado, teria como hospedar o blogger em uma empresa como o UOL?

    Responder
    • Luiz, sobre perder conteúdo, realmente não sei o que te dizer. No seu lugar acho que não me preocuparia com isso. O SEO do blogger parece bom, mas do wordpress é melhor.

      O blogger já oferece hospedagem, que é o blogger em si. Você pode ter um domínio personalizado nele, apenas.

      Responder
    • olá eu tenho meu blog construido no bloger e hospedado na uol host e meu dominio ficou .com.br eu simplismente redirecionei e funciona perfeitamente

      Responder
  • Boa tarde!
    Tenho um blog com hospedagem própria (www .com) hospedada no 100br. Utilizo a plataforma Blogger para postar nele.
    Minhas dúvidas são as seguintes:

    1. Posso utilizar a plataforma blogger e wordpress ao mesmo tempo para postar (tipo, postar com as plataformas, ter cadastro nas duas plataformas)?

    2. Se eu migrar para a plataforma wordpress eu vou perder tudo o que já fiz no blog? E se eu não gostar, posso voltar para a plataforma blogger sem prejuízo para o blog?

    3. É tão difícil assim deixar o blog do jeito que a gente quer, utilizando o wordpress? Tipo, MUITO mais difícil do que é para quem está acostumado com o blogger?

    Obrigado, muito boa a matéria!

    Responder
    • Olá, Plínio!

      1 – Pode, mas você não pode usar o mesmo domínio (o endereço www é um domínio, não hospedagem!) pros dois ao mesmo tempo.
      2 – O wordpress tem uma ferramenta para migrar posts do blogger pra ele.
      3 – Olha, faz tempo que não mexo com blogger… mas pelo que vejo por aí, sinto que tem muito mais blogger personalizado do que wordpress. Posso estar enganado.

      Valeu!

      Responder
  • Obrigada mesmo, muito esclarecedor. Tens uma didática irretocavel, és objetivo e nada prolixo.

    Responder
    • Obrigado, Helena!

      Responder
  • Primeiramente, parabéns Fabio Lobo por:
    1º Publicar esta matéria “bem documentada” acerca do assunto em questão
    2º Pelo visual agradável e intuitivo do site, sem “poluição visual” e nem sobrecarga de ads e/ou afins.
    (também sou web designer e blogger [blogueiro] e reconheço o bom serviço.)

    Quanto ao assunto desta matéria:
    ” O que você pretende fazer neste blog? É apenas um hobby? Algo profissional? Institucional? Diversão, mas pretende ganhar dinheiro?…”
    Esta sequência de perguntas reflexivas muito bem salientada pelo Fabio Lobo define inteiramente o rumo de um projeto web (blog/site) por que através destas respostas o autor do projeto pode delinear até aonde ele quer e/ou pode ir com o projeto analisando seus recursos para investimento e os “fins” que pretende obter pelo trabalho demandado no projeto.

    *Esforços necessários para ter um blog/site de sucesso:
    (comentário pessoal como web designer) Se alguém pretende ter um blog e/ou site ou qualquer outro meio de informação na internet de sucesso, ou seja, com visibilidade, acessos regulares e e/ou obtenção de lucro considerável vai ser preciso sim, “TRABALHAR DURO” no projeto, o que significa demandar tempo para ESTUDAR A PLATAFORMA de desenvolvimento do projeto, APRIMORAR A EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO com regularidade e ESTUDAR O “MERCADO DA INFORMAÇÃO” e isto indeferi se vai escolher ‘wordpress.org’, ‘blogspot.com’ ou ‘wordpress.com’ (nota, gerenciadores como ‘wix’ e etc, são automaticamente desconsideráveis).
    É impossível ser bem sucedido sem esforço. O máximo que se consegue sem demandar tempo para estudar é criar um “diário virtual” ou uma “página social” acerca de você ou de seu projeto/negócio.

    *O que os autores precisam ter em mente:

    #esforços_necessários
    1º Estudar, no segmento de informação é essencial, não uma escolha. Mesmo que não pretenda ser o “programador” do seu site/blog estar inteirado acerca da sua plataforma de trabalho é uma necessidade. Há muito material fornecido pelos próprios desenvolvedores na internet, com um bom assento e 30 minutos de paciência por dia você vai chegar muito mais longe do que esperava XD

    #custeamento
    2º Para um projeto com metas que necessitam de um bom retorno do público, ou seja, visualização de anúncios, interação de usuários, aquisição de bens (compras) ou financiamento colaborativo “investir” ($$$) é uma necessidade gritante que vai se manifestar em questão de tempo. Pense a curto, médio e longo prazo, nos “retornos” que pretende ter, quando, quanto, onde e até aonde quer/pode/precisa investir. PARE E PONHA NA PONTA DO LÁPIS (ou da planilha), reflita no seguinte:

    #saber_agir
    3º Uma grande lacuna que surge no sonho de muitos que estão iniciando projetos em blogs e sites para as mais diferentes finalidades é a dificuldade e/ou falta de conhecimento/preparação para agir. Isto pode ou não necessitar de estudos e/ou ou de um profissional, isto vai variar em conformidade com seus conhecimentos e/ou habilidades de negócio.
    Quando a palavra “investir” surge, muitas pessoas ficam assustadas pelo fato de que precisaram “gastar” dinheiro, este pensamento passa a impressão de perda que só vai se consumar se o trabalho for mal feito, por isso salientei, “sem dor, sem ganho”, vai ser preciso TRABALHAR DURO em qualquer opção de plataforma que escolher com ou sem um profissional trabalhando com você ou te orientando. Leve em conta os seguintes pontos:

    3a- Primeiro de tudo, o conteúdo e/ou o produto que disponho, compensa o trabalho demandado neste projeto? compensa o investimento demandado neste projeto? EU no lugar dos clientes (visualizadores e/ou literalmente clientes) prestaria atenção neste projeto a ponto de acompanhá-lo ou colaborar para sua existência, por que? TRABALHE EM CIMA DESTA RESPOSTAS!

    3b- A partir de quando PRECISO começar a investir neste projeto? Investir além do necessário é furada, não investir no necessário é tolice. Investimento para sites e blogs, pode significar hospedagem, domínio, recursos da plataforma, contratações de profissionais e etc. A questão é, quando e por que precisa destes investimentos? Quais deles precisa?

    Talvez não precise começar com um domínio personalizado, uma hospedagem espaçosa e nem mesmo um comprar recursos “premium” para seu projeto, se for um hobbie por exemplo ou um projeto custeado por crowdfunding pode começar por um blog de apresentação simples no blogger, gerar contatos e popularidade e quando perceber que o projeto “tem futuro” e/ou “retorno” migrar para algo mais profissional no wordpress.org, neste meio tempo pode estudar está nova plataforma e calcular os recursos e/ou investimentos necessários.EU PARTICULARMENTE TRABALHEI ASSIM EM ALGUNS PROJETOS e posso garantir que com esforço e estudo, dedicação a curto, médio e longo prazo vazo vai culminar num projeto muito bem sucedido :D

    #chave_do_sucesso
    4º Meditando em tudo que o Fabio Lobo posto e o que citei acima, seu sucesso se resumirá em
    elemento – tempo
    elemento – dedicação
    elemento – investimento
    e sabedoria/conhecimento para saber a maneira correta de usar cada um dos 3 elementos acima conforme seus alvos e necessidades.

    PESSOAL, PENSE SEMPRE COM A MENTE ABERTA PARA POSSIBILIDADES, NECESSIDADES E/OU ALTERNATIVAS E NÃO DESISTAM DE PROJETOS QUE VALHAM A PENA. TUDO DE BOM E SUCESSO A TODOS!

    Responder
    • Desculpem os erros ortográficos ou de formatação, mas, trabalhar durante a madruga é dureza, ser “projetista” é isso, não pude perder a oportunidade de dar um paradinha e comentar!

      Responder
      • Belos comentários. Obrigado pela participação! :D

        Responder
    • Guilherme, excelentes informações e comentários que se juntam ao igualmente dados pelo Fábio Lobo, este que proporcionou tão relevantes informações de maneira didática.

      Responder
  • Tenho um blog wordpress.com vou aderir ao dominio proprio e pretendo hospedado tbm pq quero mudar para o wordpress.org qual site vc recomenda para mim fazer essas mudanças pagando o minimo ppssivel?

    Responder
  • Ola! muito boa essa matéria, estava em duvida exatamente sobre estes dois sites, ajudou muito, como sou iniciante ficarei com o blogspot :D

    Responder
  • Acabei de criar um blog no wordpress e achei realmente sensacional….

    Responder
  • Prefiro o Blogspot com certeza! Além de ser mais prático e fácil de usar, dá pra ganhar dinheiro com o AdSense.

    Até mais! :)

    Responder
  • Oi Fabio, eu criei um WordPress faz um tempo e tenho uma dúvida: Ninguém pode comentar no blog como um anônimo? Quer dizer, se for necessário uma conta no WordPress para comentar, o Blogspot fica com vantagem… Como funciona?

    Responder
    • Pode sim, Beatriz, e se não me engano tanto no WordPress quanto no Blogspot não é preciso criar conta pra comentar.

      Responder
  • O BLOGGER NÃO PRESTA PARA TER ACESSO ACIMA DE 200.000 VISITAS ELE OMITI A SUA CLASSIFICAÇÃO GLOBAL.RETIRA O BLOG A HORA QUE QUER DO AR,CORTA O ADSENCE SEM EXPLICAÇÕES-ELES SÃO UNS FILHOS DP.ESTOU TENTANDO USASR O TUMBLR ELE É GRATUITO É PODE SER COMPARTILHADO COM O FACEBOOC E O TWITTER AO MESMO TEMPO.O BLOGGER ESPERA VALORIZAR O SEU DOMINIO É DE´POIS CORTA O BLOG.
    NÃO USEM ESSA DROGA

    Responder
  • Fabio, em primeiro lugar parabéns pelo ótimo artigo! Me tirou muitas dúvidas. Tenho um blog no Blogger desde 2009, com quase 500 postagens. Minha dúvida é: consigo migrar todas essas postagens para o WordPress.com, sem perder textos, imagens, tags, título etc?

    Responder
    • Consegue sim, Renato! Pode ser que um comentário ou outro acabe não migrando, mas nas últimas migrações que fiz foi tudo 100%.

      Valeu!

      Responder
  • Olá Fabio, aproveitando a pergunta do Renato Faria, além das fotos, posts, comentários e etc. Se eu por exemplo tiver um layout personalizado, uma programação e um logotipo que fiz com um profissional para utilizar na plataforma blogger e quiser transferir meu blog para a plataforma do wordpress, terei que fazer tudo de novo? Contratando novamente um profissional? Ou tem como transferir o mesmo modelo para outra plataforma?

    A respeito, quanto fica um orçamento para fazer o layout, logotipo e programação de um blog?

    Responder
    • Daniela, você precisaria contratar o profissional de novo, pois o código do blogger é diferente do código do wordpress. O design dá pra manter, mas o código precisa ser refeito.

      Não há um valor padrão para esse tipo de serviço, pois é preciso de um briefing para elaborar o orçamento. Qualquer coisa, entre em contato!

      Responder
  • Oi Fábio,

    Sou totalmente leiga nessas coisas de blog.
    Eu criei um blog no wordpress.com (pq não sabia das diferenças entre wordpress.org e .com) e também comprei o domínio do blog, estou gostando bastante do modo como funciona. Mas vi que não posso usar google adsense nele. Você sabe o que tenho que fazer para migrar de wordpress.com para wordpress.org?
    E fui tentar criar um blog no wordpress.org e não fala nada sobre hospedagem. Porque isso?

    Obrigada

    Responder
    • Julia, na página inicial do wordpress.org consta como primeiro passo: “Find a Web Host and get great hosting while supporting WordPress at the same time.” – e na página em português em vários momentos eles citam instruções de como instalar o WP em um servidor. É preciso se atentar aos detalhes e ler bastante principalmente quando não se entende muito do assunto! ;]

      A migração é bem simples. Quando você tiver o wp instalado, basta ir em Ferramentas > Importar, seguir os passos e ele faz tudo sozinho!

      Responder
  • tenho um blog no blogger com mais ou menos umas 35 visualizações por dia. To querendo passar para o wordpress, mas será que uma hospedagem padrão no hostgator daria conta?

    Responder
    • Sim, Marcos! Mas recomendo a Via Hospedagem.

      Responder
  • Muito obrigado pelo post Fabio. Muito intuitivo e me ajudou muito.
    Estou montando o meu primeiro blog. Não sou especialista em programação, mas também não sou completamente leigo em informática. Vou optar pelo wordpress.org porque me parece mais interessante aos meus anseios. Esse “investimento” que estamos falando em domínio e hospedagem é irrelevante pelo que vale o blog.
    Abraços!

    Responder
    • É assim que se diz, Thomaz :D

      Valeu!

      Responder
  • Acho o blogger muito bom, porém tem o defeito da url, pois ao mudar de página acrescenta aqueles monte de letras e números aleatórios, fora isso, recomendo.

    Responder
  • Boa noite, Fabio estou a horas pesquisa sobre blogs e encontrei sua página, sei que estou no lugar certo. Vamos lar então! Eu sou iniciante e não sei nada de blog, mais queria criar um blog, trabalho como Designer e queria fazer um blog para postar vetores e imagens para outras pessoas baixarem, como eu faço isso ? o que devo fazer, o que eu preciso e qual melhor, WP ou Blogger ? Ah,só pra ajudar, o que eu queria fazer é tipo os sites(Blog) COREL NA VEIA, ARTE NO COREL.

    Responder
    • Não entendi muito bem sua dúvida no geral (se você quer criar um blog é só acessar o site do wordpress .com ou do blogger e seguir os passos, basicamente). Sobre qual é o melhor (WP ou Blogger), falo sobre isso nesse post aqui.

      Responder
      • Perdão Fabio, vou te explicar melhor. Quero criar um blog mas não entendo nada nessa área. A minha ideia é colocar vetores(artes gráficas) grátis para os visitantes baixarem, e futuramente alguns pagos para que eu possa ganhar um dinheirinho extra. Então a duvida é, como eu crio um blog na área de designer gráfico para postar imagem em corel e photoshop para os amantes de vetores baixarem ? Boa noite!

        Responder
        • Então minha resposta é aquela mesmo: se você quer criar um blog é só acessar o site do wordpress .com ou do blogger e seguir os passos, basicamente. Não tem segredo, porque é tudo pronto e as ferramentas são intuitivas. Pra personalizar ou fazer um do seu jeito no wordpress .org, por exemplo, aí já é preciso mais experiência na área.

          Responder
  • Achei o texto muito informativo, sanou várias duvidas que eu tinha, porém ainda estou com uma… Independente da plataforma que eu escolha, caso eu opte por uma grátis e depois compre um domínio, tem como trocar de plataforma sem perder tudo?

    Responder
    • Oi, Jéssica! Dá pra migrar todo o conteúdo sim. Raramente alguma coisa é perdida, mas pode acontecer (principalmente com comentários, por exemplo).

      Responder
  • O wordpress é mais versátil mas pode dar algumas dores de cabeça para seus usuários, como incompatibilidade de plugins, falhas que aparecem com o tempo… o blogspot é mais estável…

    Responder
  • Gostaria de criar um blog, mas não somente para hobby, pois quero ter uma renda extra mais pra frente. Nos dois eu consigo? Sou leiga em TI e programação…

    Responder
    • Consegue sim, Marta! Porém, o WordPress te dá mais possibilidades.

      Responder
  • Olá! Achei seu post nota 10 muito completo e reflete bem a realidade das das plataformas. Hoje eu tenho um blogspot e acho perfeito para quem vai iniciar e não é da área de TI. Tem muitas funcionalidades e é muito customizável, basta ter paciência para testar o melhor layout, porém estou criando um blog no WP. Estou achando bastante interessante, mas um pouco complexo, mas como esse é um novo desafio, estou curtindo.

    Responder
    • Legal, Freelana! :D

      Responder
  • Parabéns pelo conteúdo, bela explicação, eu pessoalmente escolhi o Blogger, não sei bem o porque, simplesmente escolhi, provavelmente por ter um grande nome atrás de sua marca, mas é isso ai, sua postagem me ajudou a tomar minha decisão e estou aos poucos construindo meu próprio Blog.

    Responder
    • Que bacana, Gustavo! Você vai curtir :D

      Responder
  • Mais uma questão bastante relevante é o fato de o WordPress não pode implantar anúncios do Adsense na versão FREE…

    Responder
  • já fiz um blog no blogger, ele muito fácil de editar, mas prefiro o wordpress, ja tinha feito meu blog, realmente foi uma dor de cabeça no inicio, mas depois fui me virando, acho incrivel as variaçoes de template, dão para personalizar e fica otimo, sem contar que eu acho que o wordpress dá para profissionalisar muito mais que o blogger, super recomendo o wordpress

    Responder
  • Nunca utilizei o WordPress utilizo o Blogger a 6 anos e nesse tempo adquiri bastante conhecimento na plataforma e somente utilizo Templates editados e bonitos. meu blog esta bonito

    Responder
  • ”’Por fim, ele indexa melhor no Google”’ Onde o altor da postagem tirou isso???se o prório Blogger é do Google?? Tenho um site de filmes,criei o Blog e no mesmo dia ja estava indexado…alem do mais é de graça, e vc faz tudo e mais um pouco.

    Responder
    • O WordPress oferece mais ferramentas e possibilidades para melhorar a indexação, Enio. E também é de graça. A diferença é que no Blogger você faz tudo e mais um pouco, já no WordPress você faz tudo e muito mais. ;]

      Responder
  • Uma parte chata do Blogger, é que se a Google quiser tirá-lo do ar, vão fazer isso em um “estalo de dedos”, e muita gente vai ter dor de cabeça nesse dia. A vantagem de usar o WordPress, é que o site será 100% do usuário, mas quando eu penso em mexer com PHP…

    Pensa numa coisa chata, a maioria tem problemas com essa linguagem, pelo fato da falta de experiência, e até por preguiça. Não é nada fácil montar o “site dos sonhos” com o WordPress, a não ser que contratem uma dessas agências de webmasters.

    Confesso que me sinto “preso” em relação a essa situação, pois tenho mais experiência com o Blogger, mas ainda sou muito descontente com a plataforma do Google, pois os templates não são responsivos direto da fonte, e ainda temos que ativar uma versão para celular, que por sinal é uma mera de uma porcaria :/

    Com o WordPress, temos a vantagem colossal de trabalhar com temas já 100% responsivos, que agilizam bastante a criação de conteúdo, mas com o Blogger é impossível, pois a versão “mobile” não preserva a estrutura original do layout que foi montado, ocultando widgets e outros componentes. Quando acessamos sites do WordPress, é uma beleza só, as “media queries” ajudam bastante.

    Acho que meu destino está “traçado”, pois não tenho como manter um site no WordPress.org, e tenho muito mais experiência com o Blogger, já que me desenvolvi com ele. O jeito mesmo é seguir em frente com meus posts, já que infelizmente espero, um possível dia da extinção total do Blogger… So bad :/

    Responder
  • Eu sinceramente não troco o blogger jamais. Não entendo como alguém pode dizer que não dá pra ser um blog profissional usando blogger. Quem inventou essa groselha ? Nada a ver isso. Blogueiras famosas de moda principalmente que estão ganhando milhões por ano usam blogger. Se você é inciante, comece sim com blogger, é fácil de usar, não tem nada de limitado, o código fonte pode ser editado e se você não tem experiência nisso, o que mais existe na internet é tutorial ensinando a personalizar. E nem vou entrar na questão de templates prontos free que são disponibilizados diariamente, quase ninguém faz template de graça pra wordpress, mas para o blogger tem milhares de opções. Ah e se você quer um blog responsivo o que não falta é template grátis pra isso, seu blog vai rodar lindamente em um Iphone, Ipad, tablet…. Além de que dá pra inserir fan page, botão de compartilhar, twiiter e mais um monte de coisa. Blogger dá de 10 à zero no wordpress. Ah e só pra completar, já tentou “instalar” seu domínio no worpress ? é uma desgraça, dá muito trabalho, quase nem tem tutorial ensinando, já no blogger é super rápido.

    Responder
    • Você está confundindo wordpress.org (meu foco no post) com wordpress.com (que particularmente eu acho bem ruim). ;]

      Quem diz que não dá pra ter um blog profissional no blogger normalmente é profissional da área, que é meu caso. Mas tem gente que gosta, tem gente que acha melhor que o wordpress… nenhum problema em opiniões divergentes!

      Responder
  • Boa noite! Fabio, tenho um breve conhecimento de cursos básicos, que fiz à tempos atrás sobre html, etc e aplicações para criação de sites; isto quando trabalhei em uma empresa de revenda de produtos quimicos; fiz algumas experiências em criação de sites; mas isso faz muito tempo e anos por assim dizer; resumindo as ferramentas e técnicas evoluíram; PHP, DHTML, Flash, etc, e eu estou reaprendendo tudo isso; gostaria de uma orientação e aprender as novidades; ciente sobre tudo que foi explicado e comentado em sua página, e entre as dúvidas e respostas, entendi que você esta somente esclarecendo as dúvidas dos leitores por ter sua profissão e ser muito experiente nesse assunto; então pergunto: Eu agora sócio de uma recém criada empresa; e pesquisando; já decidi em fazer uns testes com o wordpress.com (o gratuito) e com o blogger (gratuito); vou somente fazer os testes com as plataformas para depois escolher, e o que não me interessar excluir; também vou pesquisar quanto aos valores de dominio e de hospedagem, sabendo que o hostgator parece ser um dos mais baratos e bem comentados, para se hospedar; e também o Uol em que o valor não é tão caro e já conceituado; também vou verificar se tanto no wordpress ou no blogger eles tem alguns tutoriais que auxiliem na formatação, e dicas importantes; tudo porque se for para fazer bem feito e profissional e vender melhor e atingir nossas metas, queremos o melhor e se for para investir com certeza será o serviço pago; Agora a minha mais importante pergunta é; a nível de uma ótima, eu repito ótima segurança; de invasão de crackers, vírus, etc, o WP ou o Blogger são os melhores? e nesse quesito qua a hospedagem é a mais segura??? Aproveito para parabenizar à você, Fabio Lobo por estar ajudando a todos nós com seus conhecimentos; Obrigado!

    Responder
    • Arlindo, não dá pra precisar qual é o melhor em relação a segurança, porque também depende muito da hospedagem. Uma coisa eu te digo: Hostgator não é muito segura, e Locaweb e UOL Host são umas das piores empresas de hospedagens em todos os sentidos.

      Estou oferecendo hospedagem agora. Qualquer coisa me dá um toque por e-mail que eu te faço um desconto especial! :D

      Responder
  • Boa Noite, Fábio, td bem?1

    Então eu estou buscando uma forma de ter um blog informativo, um hobby mesmo sabe?! enfim…
    comecei com o Blogger, porém tenho um pouco de dificuldade por exemplo de postar pelo app dele, pois sempre apresenta erro na hora que vou postar, só consigo fazer o mesmo pelo notebook.
    lendo sua matéria e os cometários o WP, parece ser bom… penso o seguinte: Posso manter o Blogger e fazer o WP, se eu me adptar, posso aprimorar ( investir) no wp, pois tenho receio de excluir o blogger e nao me adaptar ao WP, o que vc acha?

    P.S: Parabéns pelo post, foi bem claro!

    bjos!

    Responder
    • Isso mesmo, Roberta! E obrigado pelo elogio :D

      Responder
  • Olá Fábio,

    Estou pensando em criar um blog, mais como hobby mesmo, porém penso em colocar anuncios, como adsense entre outros. A minha dúvida é se o Google permite que eu utilize o adsense e outros serviços de anuncios como o boo-box e o HotWords ao mesmo tempo que ele, sem correr risco de minha conta na Adsense ser desativada.
    Caso não seja possível fazer isso no Blogger, no Wp.com eu conseguirei fazer isso?

    Parabéns pelo post e agradeço antecipadamente a atenção

    Responder
    • Helio, você pode usar o AdSense com outros afiliados sim. Confesso que não sei te dizer se é possível fazer isso no blogger ou no .com, já que rolam umas limitações com anúncios em ambos.

      Responder
  • Olá Fabio, eu já tive hospedagem no Blogger e não consegui me adaptar, fui para o WordPress e gostei tanto que já migrei o meu site para uma hospedagem paga na hostinger e criei um novo site na plataforma do wordpress. Principalmente para poder ter um domínio próprio e poder anunciar o que eu quiser lá. Entre os dois prefiro muito mais o WordPress, mas parabéns pelo post!!

    Responder
    • Que legal, José! :D

      Responder
  • Gostei muito da sua matéria…
    Tenho algumas dúvidas, pode me esclarecer?
    1°Estou querendo criar um blogger e ganhar dinheiro, qual o ideal, começar o grátis ou meter a cara pagando um domínio próprio?
    2º Se eu começar com um grátis e ver que tá dando certo, nesse tempo optar por pagar por um domino, perco os meus leitores fieis ou continua mesma coisa, preciso deletar o blogger grátis e começar outro do zero ou não há necessidade?
    3° Se o grátis der certo e gerar muuitas visitas mesmo não sendo profissional, compensa mudar pro domínio próprio ou não tem necessidade de gastar ja q está dando certo com grátis?

    Responder
    • Angélica, a melhor forma de “ganhar dinheiro” é investir. Se você começar com o básico, vai ter o básico. Pense em algo profissional logo de cara pra colher os frutos de verdade ;]

      Responder
  • Uso os 2 (blogger) (wordpress) a questão é para que finalidade, se for para um simples e bonito site ou blog, pode ser o Blogger. obs: o worpress pode fazer até uma loja virtual, e o blogger não.

    Responder
  • Viva, Fábio
    apesar de gostar muito de WordPress, migrei recentemente o meu blog pessoal para blogger. Um dos aspetos positivos do blogger, para além dos mencionados, é a possibilidade de utilizarmos o nosso próprio domínio de forma completamente gratuita.

    Responder
  • Parabéns pelo artigo. Ficou show!
    Na minha opinião, o WP é a melhor plataforma pois tem compatibilidade com a maioria das hospedagens de sites. Você ter uma hospedagem gratis no inicio, até vale a pena, mas depois, você tera que migrar pra alguma empresa que preste esse serviço. Aí que a dor de cabeça vem, muitas plataformas nao são compatíveis então pense bem antes de começar.
    Eu migrei pra WOWF e la me deram todo o suporte necessário pra isso, indico eles sempre.
    Segue o link com o blog deles pra quem quiser saber mais sobre esse assunto.
    https://www.wowf.com.br/hospedagem

    Responder
  • Ótimas dicas Fábio!
    Parabéns pelo post.

    Tenho um blog há mais de 1 ano no blogger.
    Falo da área de viagens e turismo, cujo tenho formação técnica, sou guia de turismo e futuro turismólogo.
    Tenho meu emprego fixo e mexo no blog quando tenho tempo.
    Vejo que o mesmo tem evoluído e tem chance de se tornar profissional.

    Não tenho receitas no momento com o bog.
    E despesa somente o domínio.

    Porém, vejo que o mesmo tem potencial.
    O que acha que devo fazer?
    Ainda não entendo muito sobre hospedagem e qual plataforma usar.

    Agradeço desde já o apoio.

    Responder
    • Olá, Wallace!

      Obrigado pelo elogio.

      Turismo é um bom negócio, sempre há espaço na internet. Você poderia tentar profissionalizar o blog com WordPress (e hospedar na WOWF) e se afiliar a alguns grupos de blogs sobre turismo e viagem, como a ABBV.

      Responder
  • Obrigada pelas informações Fábio ! Depois de ser bombardeada por aquelas propagandas no Youtube (a do usar Word Press é como cortar um frango com um serrote… rsrs) eu já estava ficando encucada ! Bom saber que vale a pena !
    abs

    Responder
    • Hahaha, o pessoal exagera pra tentar vender o próprio peixe, Alicia :D

      Responder

Deixe seu comentário

Se você deseja um orçamento, entre em contato clicando aqui.

Quero um orçamento