Como criar uma página de Política de Privacidade

Saiba o que escrever na página sobre privacidade ou termos de uso do seu projeto, tudo de acordo com as leis GDPR e LGPD. Veja exemplos e modelos!

Por Fabio Lobo, atualizado em 20/06/2020. 2 pessoas falando sobre isso!

Se você tem um blog, site ou até mesmo um e-commerce, precisa aprender como criar uma política de privacidade. Com essa página, é possível ter mais transparência, credibilidade e responsabilidade com o público. 

Também chamada de “Termos e Condições”, ela reúne todas as informações que podem ser coletadas dos usuários durante uma visita, compra ou preenchimento de formulário no site. Além disso, ela explica como esses dados serão utilizados e quanto tempo eles permanecem sob a responsabilidade do domínio em questão.

Para elaborar a política de privacidade, alguns proprietários de sites utilizam geradores grátis. No entanto, é importante adaptar o texto da página para o seu nicho de negócio. Portanto, nesse artigo você vai ver:

  • O que é uma política de privacidade;
  • Como criar a sua própria e exemplos de páginas já em funcionamento;
  • Dicas para escrever de forma correta esse documento;
  • Um modelo para você utilizar como referência;
  • Para que essa página serve;
  • Se vale a pena usar um gerador de política de privacidade;
  • Qual a relação entre essa página e os termos de uso;
  • E algumas dicas para você proteger seus dados também!

Sugestão: abra seu editor de texto para escrever sua política enquanto lê esse post!

O que é uma Política de Privacidade?

close próximo da lente de uma webcam
Sim, você está sendo observado!

Trata-se de um documento online que explica quais dados pessoais dos usuários são coletados pelo site, quais ferramentas são utilizadas para isso, para que são utilizadas essas informações e por quanto tempo elas ficam sob responsabilidade do domínio.

Também é comum explicar aos visitantes todos os direitos que eles possuem, pois esses dados só podem ser recolhidos após o consentimento explícito dos seus proprietários. 

Outro tópico inserido em uma página de política de privacidade é a respeito das atualizações desse documento. Buscando estar sempre de acordo com as legislações vigentes sobre proteção de dados, é importante deixar claro aos usuários como o projeto comunicará possíveis alterações.

Assim, o site mantém uma transparência com seus leitores. Consequentemente, os visitantes passam a navegar com mais confiabilidade. Em paralelo, o domínio respeita a regulamentação e funciona dentro da lei.  

O que deve constar em uma Política de Privacidade?

Você deve levar em consideração esses oito passos para criar uma política de privacidade completa:

  1. Comece sua página de políticas de privacidade apresentando a URL do seu site e explicando quem é o responsável por esse domínio;
  2. Dê continuidade detalhando os dados pessoais que você coleta do usuário e explique o porquê dessas informações;
  3. Esclareça por quanto tempo você mantém os dados dos visitantes;
  4. Em seguida, informe quais são os direitos dos usuários;
  5. Também é importante citar para onde você envia as informações coletadas, caso compartilhe com terceiros;
  6. Nos últimos tópicos, explique como a empresa protege os dados dos usuários;
  7. Além de usar esse espaço para alertar o público sobre os cuidados que ele mesmo deve ter com a sua própria segurança;
  8. Por fim, informe como o usuário pode ter acesso às novas atualizações da política de privacidade que seu site possa ter e deixe suas informações de contato.

Exemplos de políticas e termos

Veja a seguir os tópicos supracitados com mais detalhes e exemplos reais de textos que podem servir de inspiração para você criar a própria página!

Importante reforçar: não é pra copiar e colar os exemplos que citamos aqui! Eles são referências, e cada um diz respeito às particularidades de seus respectivos projetos. Tanto que optei por utilizar printscreens de trechos em vez de copiar os textos na íntegra.

“Quais dados coletamos e por quê?”

Nesta seção, você precisa descrever quais são as informações coletadas dos visitantes, como nome, e-mail e localização geográfica. Caso retenha dados pessoais sensíveis, como os que são referentes à saúde, eles também devem ser mencionados. 

Especificamente em e-commerce, é natural que a empresa tenha acesso aos dados financeiros do cliente (normalmente intermediados por gateways de pagamento), como número de cartão de crédito ou até mesmo os dados bancários.

Outros detalhes podem ser gerados através de mecanismos como cookies, mídias de terceiros incorporadas no site (vídeos, fotos etc), comentários e até mesmo formulários de contato.

Além disso, você deve explicar porque está coletando todos esses dados, informando a finalidade de cada um deles para o site. 

Por exemplo, se você tem o e-mail do visitante, essa informação pode ser utilizada para entrar em contato com ele, fornecer serviços personalizados e/ou melhorá-los. Portanto, deixe-o saber de tudo isso antes dele conceder esse dado.

Veja o modelo seguido pelo Globo.com:

printscreen da política de privacidade globo
Clique na imagem para ler a Política de Privacidade na íntegra.

“Por quanto tempo mantemos os seus dados?”

O título já é sugestivo, uma vez que o conteúdo dessa seção é informar por quanto tempo seu site mantém os dados recolhidos dos usuários. Atente-se para citar individualmente o período, caso alguns dados permaneçam mais tempo que outros.

Veja como o WordPress faz no próprio site:

printscreen da política de privacidade wordpress
Clique na imagem para ler a Política de Privacidade na íntegra.

“Quais os seus direitos sobre seus dados?”

O usuário tem o direito de solicitar ao site a remoção de seus dados pessoais a qualquer momento. No entanto, caso exista alguma ressalva, é importante destacá-la no texto desse tópico. Da mesma forma que o Itaú fez na sua política de privacidade:

printscreen da política de privacidade itaú
Clique na imagem para ler a Política de Privacidade na íntegra.

“Para onde enviamos seus dados?”

Você compartilha os dados de seus visitantes com algum parceiro ou ferramenta? Então, essa informação precisa constar nos termos e condições. É exatamente isso que o jornal O Tempo faz, além de explicar o porquê de cada compartilhamento. Veja: 

printscreen da política de privacidade o tempo
Clique na imagem para ler a Política de Privacidade na íntegra.

“Como protegemos seus dados?”

Existem diversas medidas técnicas para proteger os dados que estão sob sua responsabilidade. Portanto, explicar como funciona o seu sistema de segurança é uma maneira de deixar o usuário mais confiante ao liberar informações pessoais.

Pensando nisso, a Netshoes cita todas as tecnologias utilizadas para manter a segurança da informação repassada do cliente para a empresa:

printscreen da política de privacidade netshoes
Clique na imagem para ler a Política de Privacidade na íntegra.

“Cuidados com a própria segurança”

Essa é outra seção que merece destaque, pois alerta os visitantes de medidas de segurança que eles mesmos podem colocar em prática. 

Como exemplos posso citar a escolha de senhas mais difíceis para fazer login ou sempre sair das contas quando estiver logado em um aparelho de terceiros.

Além disso, você pode ensinar aos seus usuários como eles mesmos podem desabilitar cookies. Caso não saiba como explicar, esse link pode te ajudar.

Veja como a Nestlé aborda esse ponto ao criar a política de privacidade:

printscreen da política de privacidade nestlé
Clique na imagem para ler a Política de Privacidade na íntegra.

“Atualizações da Política de Privacidade”

É comum ocorrer atualizações nessa página, tanto para aumentar a segurança dos usuários como também para manter o site funcionando em concordância com as legislações. 

Portanto, separe o penúltimo tópico para explicar aos visitantes como eles poderão saber sobre as novas atualizações. Ou seja, como eles serão avisados. Tome como exemplo a política utilizada pelo WhatsApp:

printscreen da política de privacidade whatsapp
Clique na imagem para ler a Política de Privacidade na íntegra.

Informações de contato

Por último, mas não menos importante, coloque à disposição os seus dados para contato, assim os usuários podem tirar dúvidas a respeito da política de privacidade. Você pode escolher deixar um e-mail, telefone, endereço ou simplesmente um link que leve diretamente para a página “Fale conosco”. 

Veja como a Adidas preferiu fazer:

printscreen da política de privacidade adidas
Clique na imagem para ler a Política de Privacidade na íntegra.

Dicas para criar a política do seu site

Antes de mais nada, leve em conta o formato do seu site. Ele é um blog pessoal, um e-commerce ou um aplicativo? Dependendo do tipo, você saberá quais informações colocar em detrimento de outras.

Por exemplo, se você tem uma loja virtual, vai precisar explicar aos seus clientes como são coletados os dados financeiros, como são utilizados e a segurança que eles demandam. 

Agora se o domínio é referente a um blog pessoal, não há necessidade de recolher esse tipo de informação. Consequentemente, não se faz necessário adicionar pontos referentes a esse tópico.

Além disso, para fazer a política de privacidade você precisa levar em conta a linguagem utilizada. Mesmo sendo um documento, essa página precisa ser redigida de forma clara e objetiva.

Por essa razão, prefira uma escrita fluída, divida em tópicos e com uma linguagem de fácil interpretação. Se for necessário citar algum termo técnico, explique-o logo em seguida para não gerar dúvidas no leitor. 

Outro ponto que merece destaque é a autenticidade do conteúdo publicado. Mesmo que você use alguns links para se inspirar, não copie e cole a política de privacidade de outro site, seja ele do mesmo seguimento do seu ou não.

Modelo de página de política de privacidade

Fiz a lição de casa e decidi montar uma política de privacidade bem básica, pensando em sites e blogs pessoais que utilizam WordPress, de acordo com os exemplos passados acima.

Veja o modelo abaixo. Não copie e cole diretamente em seu site – utilize apenas como referência para criar uma política de privacidade adequada para o seu projeto!

SOBRE O SITE E RESPONSÁVEL POR DADOS COLETADOS

O endereço desta página que você está acessando é [endereço do site].

Nós coletamos alguns dados referentes à sua navegação – todos os detalhes estão abaixo. Esses dados são gerenciados por [Nome do Responsável], que atende através do e-mail [endereço de e-mail do responsável].

1. QUAIS DADOS COLETAMOS E POR QUÊ?

Nós recebemos, coletamos e armazenamos as informações, assim como endereço de IP, que você envia através de formulários de comentários que constam em algumas páginas do nosso site.

Ao deixar um comentário em nosso site, você poderá salvar seu nome e e-mail nos cookies para não precisar preencher os dados novamente ao fazer novos comentários. Estes cookies duram um ano.

Nós utilizamos a ferramenta Google Analytics para medir e coletar informações de navegação. Saiba mais: https://policies.google.com/technologies/partner-sites?hl=pt-BR&gl=ZZ

[Caso seu site utilize tracking pixels ou tenha formulários de contato ou cadastro de newsletter, detalhe-os aqui e informe por que cada dado é coletado (exemplo: E-mails são coletados para informativos e promoções.)]

2. POR QUANTO TEMPO MANTEMOS OS SEUS DADOS?

Quando você deixa um comentário, ao optar por salvar seus dados, os dados preenchidos são mantidos para que seja possível reconhecer e aprovar automaticamente novos comentários.

[Caso seu site utilize tracking pixels ou tenha formulários de contato ou cadastro de newsletter, explique por quanto tempo e por que os dados são mantidos.]

3. QUAIS OS SEUS DIREITOS SOBRE SEUS DADOS?

Ao navegar em nosso site, você está ciente de que cookies são coletados pelo Google Analytics.

Caso você queira excluir suas informações pessoais de comentários mantidas em nosso site, poderá entrar em contato através do e-mail [endereço de e-mail] ou telefone [número de telefone].

[Se você utilizar capturas de e-mail, diga como os assinantes podem cancelar o recebimento dos emails e se os dados serão apagados completamente do mailing.]

4. PARA ONDE ENVIAMOS SEUS DADOS?

[Esclarecer se você envia ou não dados para terceiros, como e por quê. Por exemplo, se há captura de email e você utiliza ferramentas de terceiros ou agências parceiras para os disparos, é preciso informar.]

Comentários que você publicar serão verificados por um serviço automático de detecção de spam, o Akismet: https://automattic.com/privacy

5. COMO PROTEGEMOS SEUS DADOS?

Nosso site tem certificado SSL válido.

Nosso site utiliza o WordPress para gerenciamento de conteúdo e dados, e o sistema é atualizado semanalmente.

Nosso site é hospedado na WOWF, que possui firewall, proteção anti-DDOSS (prevenção de ataques de negação de serviços) e tem sistema operacional, PHP e mariaDB também constantemente atualizados.

[Se for uma loja virtual, esclareça como o gateway de pagamento funciona e protege os dados de cartão de crédito do cliente, por exemplo.]

6. CUIDADOS COM A PRÓPRIA SEGURANÇA

Você pode mudar as configurações do seu navegador para desabilitar os cookies. Saiba como: https://www.cookiesandyou.com/disable-cookies

Mantenha seu sistema operacional e navegador sempre atualizados. Utilize senhas seguras e complexas, e evite fazer login com suas contas em dispositivos públicos ou de terceiros.

7. ATUALIZAÇÕES DA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

[Caso usuários tenham cadastro em seu site, é importante que você envie um aviso para eles sempre que a política de privacidade for atualizada. Informe como isso será feito.]

– [data de hoje]: Adequação à LGPD;
– [data]: Publicação das políticas do site.

Adaptado de: https://www.fabiolobo.com.br/politica-de-privacidade

Dúvidas comuns ao montar sua página

Agora que você já sabe como criar uma política de privacidade e descobriu alguns exemplos de como isso funciona na prática em diferentes sites, chegou a hora de tirar dúvidas a respeito dessa página.  

Para que serve essa página e qual sua importância?

Como mencionado, a criação de uma política de privacidade faz com que o site tenha transparência e passe mais confiabilidade aos seus visitantes. 

Além disso, leis como a General Data Protection Regulation (GDPR) e a Lei Geral de Proteção de Dados (LGDP) regularizam o tratamento dos dados pessoais dos usuários na internet. Entre as exigências das legislações está a criação de uma página como essa.

Vale a pena usar gerador de política de privacidade?

Depende. Se for para o início do seu site, essa pode ser uma saída. No entanto, é mais indicado gastar um tempinho para personalizar uma página especialmente feita para seu conteúdo.

Existem alguns geradores grátis que criam uma página dessa e de Termos de Uso para seu site através do nome, domínio e das ferramentas utilizadas (como cookies e e Google AdSense).

Mas, se você usa o WordPress, pode aproveitar de um guia disponibilizado pela ferramenta sobre como fazer um documento como esse. Além de explicar quais pontos você deve utilizar, ele também sugere texto para algumas das seções.

printscreen da tela de edição de uma página de política de privacidade no gutenberg

Como criar uma página de política de privacidade no WordPress?

O WordPress já vem com um gerador de política de privacidade. Com dois cliques você já terá um modelo pronto para editar.

Em seu painel, no menu “Configurações”, clique em “Privacidade”. Depois, clique no botão “Criar nova página” e pronto: página criada!

Posso copiar a política de privacidade de outro site?

Não.

Se você simplesmente copiar os termos de privacidade de outros sites poderá se complicar legalmente, já que não estará detalhando o que, de fato, é feito em seu site em relação a coleta de dados.

Qual a relação entre política de privacidade e termos de uso?

Apesar de serem mencionados juntos, esses termos não possuem o mesmo significado. Inclusive, os Termos de Uso não são exigidos por lei, enquanto que a política de privacidade deve ser adotada em todos os sites que coletam informações dos usuários.

Além disso, os termos são aplicados com o objetivo de explicar aos visitantes quais são as regras ao utilizar o site em questão. Já as políticas de privacidade utilizadas revelam quais dados podem ser coletados durante uma visita após a concessão do usuário.

Dicas para proteger seus dados

Pra finalizar, separei algumas dicas bem básicas para você proteger seus dados pessoais. Dá uma olhada:

  • Só cadastre-se onde for realmente necessário;
  • Pense duas vezes antes de fornecer seu CPF;
  • Não repita a mesma senha em mais de uma conta;
  • Utilize navegadores como Firefox e Opera, que priorizam a privacidade do usuário;
  • Evite compartilhar pen drives e não utilize-os em computadores públicos;
  • Cole um post-it em sua webcam e, se possível, tape o microfone de seu computador;
  • Só abra e-mails de remetentes conhecidos;
  • Só clique em links de perfis confiáveis em redes sociais. Na dúvida, não clique;
  • Não abra anúncios com, por exemplo, promoções muito boas para serem verdade, com soluções milagrosas e coisas do tipo;
  • Utilize cartões de créditos virtuais para fazer compras online;
  • Evite salvar os dados do seu cartão de crédito em aplicativos e lojas virtuais;
  • Não crie cadastros utilizando suas redes sociais como login;
  • E, acima de tudo, não se exponha!

E aí, tem mais alguma dica? Comenta aí!

Créditos das imagens: Freepik e política de privacidade dos respectivos sites citados.

Não é permitida a reprodução integral desse conteúdo. A cópia pode ser ruim para você!

Quem é Fabio Lobo?

Web designer, desenvolvedor front-end e programador WordPress.

Quem é Fabio Lobo?

Estou há mais de uma década na área. O foco do meu trabalho é em usabilidade, facilidade pro usuário, acessibilidade, SEO e performance.

Também tenho alguns projetos open source, além de prestar consultoria em hospedagem WordPress e criação de conteúdo.

Como posso te ajudar hoje?

Trabalho com consultoria, suporte, manutenção, criação e desenvolvimento.

Fale comigo

Leia também...

...alguns textos que têm a ver com o assunto:

O que é VPN e por que isso é importante em 2020

Quer mais privacidade e proteção de dados ao navegar na internet? Saiba o que é VPN e como encontrar um provedor confiável e seguro.

GDPR e LGPD: o que você precisa saber sobre proteção de dados

Saiba o que você deve mudar em seu site, blog, loja virtual ou app caso colete dados de visitantes. Evite multas: fique de acordo com a lei e proteja a privacidade!

Principais conceitos de Web Design e Desenvolvimento

Você sabe o que é pregnância da forma, leiturabilidade e escaneabilidade? Conheça conceitos de web design que fazem muita diferença na criação de sites e apps.

Comentários

2 comentários até o momento

  • Dicas muito úteis! Agora minha página ficou bem completa!

    Te mandei um e-mail porque quero um aviso de cookies igual o que você fez para o seu site!

    Responder
    • Respondido :D

      Responder

Deixe seu comentário

Se você deseja um orçamento, entre em contato clicando aqui.

Quero um orçamento