Como ter um site grátis da melhor maneira possível

Quer criar um site grátis? Conheça os prós e contras para não se iludir. Veja também dicas das melhores formas de ter um site sem gastar nada (ou gastando pouco).

Por Fabio Lobo, publicado em 22/09/2020. 5 pessoas falando sobre isso!

Criar um site grátis possui várias desvantagens, mas também há algumas vantagens. Tudo depende do seu tipo de negócio e quais são seus objetivos. Pode ser que você nem precise de um site, então pra que gastar com isso?

Mas se você realmente precisa de um, já deve saber que hoje em dia você mesmo pode criar um site utilizando um construtor de sites. Em cada esquina da internet é possível encontrar um, não é verdade?!

Alguns desses serviços são grátis, inclusive.

Mas profissionais passam anos estudando e trabalhando em uma área por um motivo. Então, criar um site utilizando um serviço pronto não vai trazer o mesmo resultado que um site feito por um profissional, é claro.

Para que você não acabe se iludindo pela gratuidade do serviço, vou te mostrar os prós e contras das opções de criar um site grátis. Assim, você pode analisar se essa escolha suprirá sua expectativa.

Neste artigo você irá saber:

  • Se é realmente possível ter um site sem fazer investimentos;
  • Se vale a pena ter um site grátis;
  • Quais são as melhores opções para criar um site de graça;
  • Por que você não deve contratar alguém de graça;
  • Como ter um site bem feito gastando pouco;
  • E respostas para dúvidas comuns.
ilustração de um site sendo construído em um site builder; à frente, o texto "Site grátis"

É possível ter um site sem gastar nada?

É possível, sim. Mas há alguns detalhes básicos que você precisa saber antes de prosseguir.

Ao criar um site em um construtor de sites gratuito, como o Blogger, seu domínio será seusite.blogspot.com. Se você quer um domínio próprio para o endereço do seu site ser seusite.com.br, é preciso pagar por isso.

Outro exemplo que pode ser meio confuso para quem está começando é o WordPress.org, que é gratuito. Mas você vai precisar de uma hospedagem e de um domínio, ambos pagos, para fazer o WordPress funcionar.

Mesma coisa em relação aos temas para WordPress: há opções grátis, mas você ainda vai precisar da hospedagem e do domínio conforme comentei acima.

Se você ficou decepcionado por algum motivo, não me entenda mal: nada disso é pegadinha. O site em si é uma coisa – tudo isso que eu citei acima são recursos e serviços que têm relação com o site, mas não “são” o site.

Então, se você não quer pagar para ter um domínio próprio e não se incomoda de ter o endereço do seu site “dentro” do endereço do construtor de sites, sem problemas! Isso não te trará problemas com SEO.

E se você quer muito usar o WordPress mas não quer pagar uma hospedagem, há uma solução para isso. Vou falar sobre ela mais abaixo.

Mas antes vou falar sobre os prós e contras em ter um site grátis.

Vale a pena ter um site totalmente grátis?

Depende de o que você quer.

Um site grátis vai poder ser acessado em todos os dispositivos do mesmo jeito que um site pago. A diferença está nos aspectos que podem inferiorizá-lo diante da concorrência.

Existem sim as vantagens de optar por sites grátis, principalmente para quem quer facilidade, praticidade e, claro, não tem dinheiro. Mas se você quer algo profissional, não vai conseguir sem investimento.

Confira abaixo as vantagens e desvantagens de ter um site grátis!

Vantagens em criar um site sem custos

cofrinho (porquinho) em cima de uma calculadora; ao lado há algumas moedas
  1. Facilidade para utilizar modelos prontos: Os construtores gratuitos de sites contam com modelos de layouts que são fáceis de instalar. Normalmente é bem intuitivo para todos os públicos.
  2. Velocidade para colocar as páginas no ar: As opções de criação de sites grátis sempre oferecem templates prontos. Sendo assim, com tudo pronto acaba sendo rápido colocar seu site no ar, tirar ou modificar suas páginas.
  3. Facilidade para administrar conteúdo e páginas: As hospedagens de sites gratuitos geralmente oferecem sistemas e ferramentas fáceis, usadas por quem não possui habilidades em programação e design. Publicar e editar o conteúdo se torna fácil até mesmo para leigos no assunto. 
  4. SEO básico: A grande maioria dos construtores de site grátis oferecem serviços que seguem critérios básicos de SEO. Então, desde que você faça um conteúdo otimizado, seu site não ficará “invisível” nas buscas.
  5. É de graça: Bom, é uma vantagem óbvia, mas não iria ficar de fora da lista.

Desvantagens em ter um site sem investimento

ilustração de um foguete que falhou; ele está de cabeça para baixo, amassado, como se tivesse caído
  1. Os templates são visualmente limitados: Ao optar por um site grátis, você não terá liberdade para criar ou modificar livremente o design das suas páginas. Em resumo, você terá a opção de escolher temas e editá-los com ferramentas. Além disso, seu site poderá ser parecido a outros que utilizam o mesmo template, diminuindo a autenticidade e originalidade perante a concorrência.
  2. Ferramentas limitadas: As ferramentas oferecidas por sistemas de site grátis podem não atender todas as necessidades do seu site e ainda sobrecarregá-lo. Pode acontecer de você não encontrar ferramentas essenciais para o seu negócio, ou até mesmo seu site ficar pesado por diversas ferramentas que não te servem para nada mas não podem ser desativadas. Sendo assim, complementar funcionalidades pode nem ser uma opção.
  3. Javascript e CSS pesados = site lento: JavaScript é uma linguagem usada de forma exagerada por diversos construtores de sites grátis como o Wix, por exemplo. Em alguns casos são diversas bibliotecas JavaScript e CSS sendo carregadas independentemente do tamanho do seu site. Lembrando que um site lento é ruim para o SEO.
  4. Você paga, só não tira do bolso: Se você não está pagando nada em dinheiro, então você está pagando com dados e conteúdo. Seus dados e dos seus clientes podem ser comprometidos, como falo no próximo item. Em alguns casos a hospedagem ainda pode inserir anúncios em seu site como forma de pagamento.
  5. Pode transformar os dados do seu site em spam: Já pensou que horrível o seu site e conteúdo ficarem famosos negativamente por serem spams em e-mails e publicidades? Pois é o que acontece com muitas hospedagens gratuitas. E não sou eu que estou dizendo – o próprio Google adverte que hospedagens gratuitas costumam roubar dados de clientes para fazer spam. Se a hospedagem é penalizada por isso, seu site também é.
  6. Não passa a ideia de profissionalismo: Convenhamos, só de olhar a gente sabe quando um site é feito “sob medida” e quando é gratuito. Seja pelo design, estrutura ou demais características, o mais indicado é que o seu site tenha aquela dose de originalidade e profissionalismo que atrai o leitor e o faz lembrar depois como uma boa referência, nem que seja de estilo visual. 
  7. Você não terá um domínio próprio: Se você sonha com o domínio seusite.com.br de graça, não conte com isso. As hospedagens grátis oferecem domínios com os seus nomes, por exemplo: seusite.wix.com ou seusite.wordpress.com. As hospedagens gratuitas até podem oferecer domínio próprio, mas você terá que pagar por ele. 
  8. Menos tráfego qualificado: Sem um domínio próprio e identidade visual original, existe uma grande possibilidade de o seu site ter um resultado ruim no quesito tráfego qualificado. Esse critério é basicamente sobre fidelidade e confiança dos usuários. Trata-se do consumo mais refinado do seu conteúdo ou serviço. Quando maior o tráfego qualificado, maior o consumo, finalização de compras e chances de fechar negócios/parcerias. 
  9. Migrar para uma alternativa profissional vai ser trabalhoso: Isso porque, dependendo da plataforma que você escolheu, praticamente nada poderá ser reutilizado, já que são sistemas diferentes, e a migração dos conteúdos muito provavelmente terá que ser feita de maneira manual. Ou seja, além de mais trabalhoso pode sair mais caro.
  10. Suporte limitado: Por fim, o suporte das hospedagens grátis são até bem avaliados quando o assunto são problemas bobos e corriqueiros. Contudo, nos problemas maiores, vão te empurrar um plano pago. Isso quando há suporte – normalmente é só uma página de perguntas frequentes e você que se vire!

Melhores opções para criar site grátis

Se você está precisando de um site e não tem verba pra isso, está no lugar certo.

Abaixo vou indicar as melhores opções para a criação de um site sem custos visando esses critérios:

  1. SEO: Ter o mínimo para alcançar boas posições no Google;
  2. Desempenho: Poder montar um site veloz, sem exageros;
  3. Recursos: Liberdade para ter um site com tudo o que você precisa.

Mas sem milagres, é claro. Afinal, estamos falando de serviços gratuitos.

Google Meu Negócio

Criado para impulsionar negócios locais, o Google Meu Negócio é uma excelente ferramenta de SEO local que também possibilita a criação de um site simples de graça.

O endereço do seu site será nomedoseusite.negocio.site. Nada mal, não é mesmo?!

Vantagens

  • É possível adicionar um domínio próprio (pago);
  • Não há publicidade;
  • A ferramenta é muito fácil de usar;
  • Sua empresa aparecerá no Google Maps e terá mais destaque nas buscas;
  • Você pode ter uma espécie de miniblog para postar avisos, novidades, promoções etc;
  • É possível ter uma área de depoimentos de clientes, o que ficará visível no seu perfil na busca do Google.

Desvantagens

  • Não há muitas opções de personalização;
  • Não há possibilidade de criar páginas;
  • O site vai ficar extremamente simples;
  • Leva alguns dias para colocar seu site no ar, já que é preciso aguardar uma carta do Google para que você possa confirmar que sua empresa existe.

Como criar um site no Google Meu Negócio?

  1. Acesse business.google.com e cadastre sua empresa. O processo leva cerca de cinco minutos.printscreen de tela de cadastro do google meu negócio
  2. Ao final do cadastro, navegue no menu principal e preencha informações para contato, serviços, produtos e fotos de sua empresa. Tente deixar tudo o mais completo possível.printscreen de tela de informações do google meu negócio
  3. Finalizando o passo 2, clique em “Site” no menu principal. Nesse momento o sistema irá coletar tudo o que você preencheu nos passos anteriores e montará seu site automaticamente. Ao concluir, clique em primeiros passos.printscreen de tela de criação de site do google meu negócio
  4. Em “Temas”, escolha uma aparência para o seu site.printscreen de tela de seleção de tema para site do google meu negócio
  5. Em “Editar”, escreva um texto sobre sua empresa. Venda seu peixe!printscreen de tela de edição de site do google meu negócio
  6. Em seguida, navegue na visualização de seu novo site e veja se está tudo ok. Você pode fazer edições para deixar tudo do seu jeito.printscreen de tela de edição de site do google meu negócio
  7. Por fim, em “Mais”, edite os últimos detalhes e clique em “Publicar agora” para lançar seu site!printscreen de tela de edição de site do google meu negócio

Google Sites

Sim, o Google tem mais de uma opção para construção de site grátis! Nesse caso, a ferramenta é mais completa, mas não oferece as mesmas vantagens de SEO local.

O endereço do seu site será sites.google.com/view/nomedoseusite. Cá entre nós, não é uma das melhores opções de endereço.

Vantagens

  • É possível adicionar um domínio próprio (pago);
  • Não há publicidade;
  • Você pode criar páginas e utilizar as ferramentas do Google Drive para criar formulários, apresentações etc;
  • A ferramenta aceita incorporar código HTML e até mesmo o Google Analytics.

Desvantagens

  • Há poucos modelos prontos;
  • Não há muitas opções de customização do design;
  • Não é possível ter um blog.

Como criar um site no Google Sites?

  1. Acesse sites.google.com e faça login com sua conta Google.printscreen da tela de cadastro do Google Sites
  2. Em “Iniciar novo site”, escolha um modelo pronto na Galeria de modelos. Fica bem mais fácil!printscreen da tela de escolha de modelos do Google Sites
  3. Em seguida, aparecerá um Tour com instruções sobre como usar a ferramenta. Não dispense esse passo-a-passo, vai deixar tudo mais simples de usar. Então, faça as edições necessárias para deixar seu site do seu jeito.printscreen da tela de construção do site do Google Sites
  4. É possível adicionar páginas e links ao menu do seu site. Não se esqueça dessa parte, pois você poderá deixar seu site muito mais completo assim.printscreen da tela de criação de páginas do Google Sites
  5. Por fim, revise tudo e clique em “Publicar” para colocar seu site no ar.printscreen da tela de publicação do Google Sites

WordPress.com

Um dos sistemas mais utilizados do mundo, o WordPress.com é a versão já hospedada e pronta do WordPress.org, que é a opção que você mesmo deve hospedar.

O endereço do seu site será nomedoseusite.wordpress.com. Não chega a ser ruim!

Vantagens

  • É possível adicionar um domínio próprio (pago);
  • Uma das opções mais completas do mercado para criação de site grátis;
  • É possível ter diversas páginas e um blog;
  • Possibilidade de utilizar plugins e diferentes temas.

Desvantagens

  • Não é muito bem traduzido. Algumas páginas da ferramenta misturam português com inglês;
  • Algumas funções só estão disponíveis para assinantes dos planos pagos. Por exemplo, você só pode ter um domínio próprio se assinar um plano. Ou seja, além do custo do domínio, há o custo da mensalidade do WordPress.com*;
  • Há anúncios do WordPress.com e parceiros.

*Só pra esclarecer, não vale a pena assinar um plano do WordPress.com. Os mais baratos não oferecem nada de mais, e os mais caros são bem mais caros do que utilizar o WordPress.org em uma hospedagem própria.

Como criar um site no WordPress.com?

  1. Acesse wordpress.com/start/user e crie sua conta.printscreen da tela de cadastro do WordPress.com
  2. Caso apareça uma tela como essa, selecione a primeira opção, que é criar seu site no WordPress.com. Basta clicar em “Comece agora”, e então digite o nome do seu site.printscreen da tela de criação de site do WordPress.com
  3. Em seguida você deverá escolher um domínio. Você pode pular essa etapa ou já selecionar a opção gratuita e editar depois.printscreen da tela de escolha de domínio do WordPress.com
  4. Escolha um visual para o seu site. Repare que, apesar de o WordPress ser uma ferramenta para blogs, há diversos modelos para sites. Você poderá trocar as fontes (letras) assim que escolher um modelo.printscreen da tela de escolha de temas do WordPress.com
  5. Selecione o plano gratuito.printscreen da tela de planos do WordPress.com
  6. Faça todas as edições que desejar em seu site! A ferramenta do WordPress é muito completa, então você vai poder criar muita coisa em seu novo site. Ao finalizar as edições, clique no botão “Complete setup”.printscreen da tela de edição de conteúdo do WordPress.com
  7. Você vai precisar confirmar novamente o domínio e o plano gratuito. Depois, clique no botão “Launch your site” para colocar seu site no ar!printscreen da tela de publicação do WordPress.com

GitHub Pages

Essa opção é a mais complexa da lista, mas é excelente para criar portfolio ou um currículo se você é desenvolvedor. Se você quer um construtor mais visual e simples de usar, melhor optar por uma das opções acima.

O endereço do seu site será seunomedeusuario.github.io/nomedoseusite. Um pouco complicado, eu diria.

Vantagens

  • É possível adicionar um domínio próprio (pago);
  • Não há publicidade;
  • Se você é desenvolvedor, poderá criar páginas mais completas e avançadas, como esse gerador de senhas que criei;
  • A edição de conteúdos fica mais simples com Markdown (em comparação a HTML puro, é claro).

Desvantagens

  • Requer certo conhecimento técnico com git e Markdown;
  • Apenas em inglês;
  • As páginas serão extremamente simples a não ser que você tenha mais conhecimento técnico;
  • É possível ter um blog, mas o processo de criação de posts e páginas é totalmente manual;
  • Só é possível fazer alterações visuais se você criar seu próprio tema.

Como criar um site no GitHub Pages?

  1. Acesse github.com e crie a sua conta.printscreen da tela de cadastro do GitHub Pages
  2. Em seguida, no ícone “+” localizado no topo, clique em “New repository”. Em “Repository name”, digite o nome do seu site, sem espaços. Isso fará parte do endereço do seu site. Clique no botão “Create repository”.printscreen da tela de criação de repositório do GitHub Pages
  3. Na próxima tela, clique na aba “Settings”.printscreen da tela de opções do GitHub Pages
  4. Role a página para baixo, até a seção GitHub Pages. Clique em “Choose a theme”.printscreen da tela de opções do GitHub Pages
  5. Escolha um dos temas disponíveis e então clique em “Select theme”.printscreen da tela de seleção de temas do GitHub Pages
  6. Edite os conteúdos de suas páginas. Essa parte é feita toda em markdown. Na dúvida, veja a documentação completa do GitHub Pages. Como disse, pode ser complicado para quem não tem conhecimento técnico na área.printscreen da tela de edição de conteúdo do GitHub Pages
  7. Para adicionar novas páginas, você deve ir na aba “Code”, clicar em “Add file” e então em “Create new file”.printscreen da tela de criação de nova página do GitHub Pages
  8. Ao editar cada página, em Commit changes, escreva o que você fez de alterações e então clique no botão “Commit changes”. Isso garantirá que a página será salva e publicada!printscreen da tela de commit do GitHub Pages

Evite parcerias de criação de site

Quando se é web designer e desenvolvedor como eu, uma coisa é certa: alguém vai pedir a criação de um site grátis. Normalmente prometendo algo em troca.

Aliás, em qualquer profissão é bem comum receber pedidos assim, principalmente em troca de permuta ou com a promessa de uma parceria, como a indicação a outros clientes que paguem pelos serviços.

Sem contar a famosa frase “você vai ganhar muita visibilidade”.

O que eu tenho a dizer sobre isso é: cuidado.

Por mais que essas promessas sejam feitas com boas intenções, o objetivo de uma parceria é trazer benefícios equivalentes para ambos os lados.

Sendo assim, não faz o menor sentido chamar de “parceria” quando uma das partes não está recebendo nada em troca senão promessas, esperanças.

O que significa “parceria”?

Pra ser bastante preciso, recorri ao Michaelis:

parceria par.ce.ri.a sf

1 Reunião de pessoas por interesse comum; sociedade, companhia.

Michaelis On-line

Ou seja, uma parceria visa interesses em comum.

Vamos a uma reflexão.

O principal foco de um profissional em todas as profissões, no final das contas, é o mesmo: sobreviver.

É trabalhando que alguém paga suas contas. Quanto mais esse alguém ganha, mais confortável sua vida será.

Prometer visibilidade ou indicações em troca de um serviço não é, nem de longe, uma parceria.

Até porque, convenhamos, nada garante que essas indicações realmente existam (e que estão precisando de um site) ou que a visibilidade realmente dará algum retorno.

No fim das contas, o profissional pode acabar recebendo mais pedidos de serviços em troca de indicações e visibilidade. De novo.

E quem “ganhou” o site saiu no lucro, porque agora tem um site profissional e não precisou gastar um centavo por isso.

Até quando é bom ter um serviço grátis?

pessoa com a cabeça na mesa; seu laptop está aberto em cima de sua cabeça, e suas mãos por cima do laptop

Vamos supor que você encontrou um Web Designer que apostasse na sua proposta de parceria, aceitando o fazer seu site de graça em troca da esperança de conseguir mais clientes.

E o prazo de entrega é de três semanas.

Precisando ou não estar focado no seu projeto em tempo integral, o profissional terá de terminar seu projeto da forma mais urgente o possível, pois ele depende dos trabalhos remunerados – ou seja, os que estão pagando em dinheiro agora – para sobreviver.

Certamente você ficará feliz ao saber que o profissional esteve empenhado em seu projeto, passando várias noites em claro finalizando o trabalho.

Mas isso não passa de pura necessidade, na verdade. E também está longe de ser positivo: Quanto mais o profissional trabalha sem ter descanso, mais desgastado ele fica.

Isso o leva a tomar decisões desesperadas como “dar um jeito aqui”, “reutilizar aquilo ali” e “ninguém vai perceber isso aqui”. Alguns até copiam outros sites assim, na cara dura, só pra despachar o serviço de vez.

Isso também está longe de ser por mal (tirando a parte das cópias, o que é crime), pois de forma alguma o profissional estará tentando tirar vantagem: novamente, ele está buscando pela sobrevivência.

Você, que o contratou para fazer seu site de graça, economizou recursos para ter seu site, certo? O profissional também está economizando recursos da forma dele.

Já alguns profissionais podem demorar semanas para fazer de graça o que eles fariam em horas sendo remunerados. Mais uma vez, é questão de sobrevivência priorizar os projetos remunerados.

Por fim, alguns pedidos de ajustes podem acabar passando dos limites e, com a falta da remuneração, o profissional fica desmotivado, e é aí que o prejuízo se instaura.

Enquanto você, contratante, irá receber algo abaixo das expectativas, o relacionamento de ambos ficará abalado.

Já o contratado terá muito mais trabalho do que imaginou que teria, ficando desiludido ao perceber que as discussões levaram em uma quebra do combinado: O contratante, vendo que foi mal atendido, não vai recomendar os serviços do contratado a ninguém.

Por isso, reforço: a única parceria possível é aquela em que as duas partes saem ganhando.

Caso contrário, o termo mais indicado é “abusar da boa vontade” ou, em alguns casos, “passar a perna”.

Como ter um site profissional gastando pouco?

ilustração de um site sendo construído

Consegui te convencer que ter um site minimamente profissional é mais vantajoso?

Agora eu vou te mostrar que, para começar, você não precisa gastar tanto dinheiro quanto imagina. Descubra como ter um site gastando pouco:

Registro de domínio barato

Comprar um domínio “direto da fonte” sai mais barato que fazer a aquisição em uma hospedagem, por exemplo. No Registro.br os domínios custam 40 reais por ano. 

Outra dica é comprar um domínio no 101domain e depois o transferir para a Cloudflare. Fazendo isso, suas renovações ficam a preço de custo e você poderá gerenciar os domínios adquiridos em uma plataforma super fácil de usar e confiável. 

Hospedagem compartilhada

Se você utiliza o WordPress, confira os preços da WOWF! É possível obter uma hospedagem com vários benefícios exclusivos por apenas R$ 19,90 ao mês.

Hospedagem gratuita para ONGs

Se o seu site é ou pertence a uma ONG, ainda é possível obter uma hospedagem profissional gratuita através da PortoFácil. Desde que não haja fins lucrativos, você pode hospedar o seu site sem pagar nada. 

Contas de e-mail personalizado grátis

Para dar aquela imagem profissional, você ainda pode obter contas de e-mail personalizadas de forma gratuita através do Zoho ou Yandex.

Com um cadastro grátis, você e a sua equipe obtém e-mails personalizados ([email protected]), sem anúncios e com alta segurança e privacidade. 

Tema pronto para WordPress

Para criar um site mais avançado, você sempre pode optar por temas prontos para WordPress.

Criar um tema, estrutura e layout exclusivo e sob medida é um serviço de investimento um pouco mais alto. Por isso, usar um tema que já está pronto é algo bastante indicado para quem está começando e não pode investir muito.

Instalação grátis de tema e WordPress

Se você já tem um tema mas ainda não colocou seu site no ar, na WOWF a instalação tanto do WordPress como do tema escolhido são de graça para assinantes dos planos de hospedagem.

Descontos na contratação dos meus serviços

Pra finalizar, se você quer contratar meus serviços, saiba que eu estou com um desconto camarada.

Clientes hospedados na PortoFácil ou na WOWF ganham entre 5% e 15% de desconto em meus trabalhos de criação de sites. O valor total do desconto vai depender do porte do seu projeto.

Créditos das imagens: Freepik e sites citados.

Revisão

E aí, vale a pena ter um site grátis? Veja se ainda tem alguma dúvida sobre o assunto:

Onde criar um site grátis?

As melhores opções para criar um site grátis são Google Meu Negócio, Google Sites, WordPress.com e GitHub Pages. Essas ferramentas possuem vantagens de SEO, desempenho e recursos.

O que é construtor de sites?

Construtor de sites é uma ferramenta que possibilita criar um site sem ter experiência com web design ou programação. Através de um site builder é possível arrastar elementos na tela durante a montagem de um site.

O que é tema para WordPress?

Tema para WordPress, também chamado de template ou modelo, é a parte visual de um site criado na plataforma. Enquanto o WordPress é a ferramenta para gerenciamento de conteúdo, o tema é o que faz esse conteúdo ser acessado em formato de site.

Quanto custa um site pago?

Não há um preço fixo, como você pode conferir nessa tabela de comparação de preços para sites. Um site pode ser grátis, como explicado neste post, ou custar até (bem) mais de 15 mil reais. Uma média segura para ter um site profissional é entre 3 e 8 mil reais.

Só sites pagos ficam em primeiro no Google?

Não, sites grátis também podem ter um bom ranqueamento no Google. Tudo depende de um bom SEO técnico e conteúdo no mínimo excelente!

Não é permitida a reprodução integral desse conteúdo. A cópia pode ser ruim para você!

Quem é Fabio Lobo?

Web designer, desenvolvedor front-end e programador WordPress.

Quem é Fabio Lobo?

Estou há mais de uma década na área. O foco do meu trabalho é em usabilidade, facilidade pro usuário, acessibilidade, SEO e performance.

Também tenho alguns projetos open source, além de prestar consultoria em hospedagem WordPress e criação de conteúdo.

Como posso te ajudar hoje?

Trabalho com consultoria, suporte, manutenção, criação e desenvolvimento.

Fale comigo

Leia também...

...alguns textos que têm a ver com o assunto:

Como instalar o WordPress, plugins e temas de maneira fácil

Não sabe como instalar o WordPress, ou um plugin ou tema? Aprenda a maneira mais prática e rápida de fazer a instalação – e também desinstalação – de tudo!

GDPR e LGPD: o que você precisa saber sobre proteção de dados

Saiba o que você deve mudar em seu site, blog, loja virtual ou app caso colete dados de visitantes. Evite multas: fique de acordo com a lei e proteja a privacidade!

O que é template?

Saiba o que é template e quais são seus benefícios. Tenha seu site, loja virtual ou blog pronto de forma rápida, fácil e barata! Principalmente se for com WordPress.

Comentários

5 comentários até o momento

  • Texto muito bom

    Responder
    • Valeu, Dennis! :D

      Responder
  • Acho o seguinte: se não tem valor para o cliente, não é o profissional quem deve se desgastar.

    Responder
    • Pra mim tudo isso não passa de falta de orientação. Eu busco orientar, mas é fato que muitas vezes o prospect não quer aprender. Aí não tem jeito!

      Responder
  • Olá, bom dia, saúde, paz e mais sucesso. Procuro parceria para jornalismo empreendedor nos bairros do Brasil. Imagina quanta visibilidade e expectativa
    de resultados. Agradeço seu contato.

    Responder

Deixe seu comentário

Se você deseja um orçamento, entre em contato clicando aqui.

Quero um orçamento